PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
15 dias

Erupção de vulcão na Espanha causou mais de 550 mi de euros em prejuízo

Membro da Unidade de Emergência Militar Espanhola monitorando o fluxo de lava produzido pelo vulcão Cumbre Vieja, em La Palma - LUISMI ORTIZ/AFP
Membro da Unidade de Emergência Militar Espanhola monitorando o fluxo de lava produzido pelo vulcão Cumbre Vieja, em La Palma Imagem: LUISMI ORTIZ/AFP

Santa Cruz de Tenerife, Espanha

18/11/2021 13h31

A erupção do Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na Espanha, que nesta sexta-feira completará dois meses, gerou de 550 milhões de euros a 700 milhões de euros (R$ 3,41 bilhões a R$ 4,35 bilhões) de prejuízos, informou hoje o presidente das Ilhas Canárias, Ángel Víctor Torres.

O líder regional, após participar de uma conferência organizada pela União Europeia, afirmou que, para que La Palma possa receber os fundos de solidariedade do bloco comunitário, são necessários danos estimados acima do valor de 1% do PIB, que seriam 430 milhões de euros (R$ 2,67 bilhões).

Dessa forma, as Ilhas Canárias estão aptas a pleitear o auxílio, devido aos prejuízos calculados pelas autoridades locais.

Víctor Torres afirmou, durante a conferência, que pretende que os fundos europeus de solidariedade destinados à ilha de La Palma "sejam os mínimos possíveis".

O presidente das Ilhas Canárias afirmou que a região não necessita no momento do recebimento de 500 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões) da União Europeia, que é a quantidade que o bloco destina para "tragédias" nos países do bloco.

Segundo Víctor Torres, no entanto, do valor que for destinado à região, a ideia do governo é que a maioria seja encaminhado para La Palma, a localidade mais afetada pela erupção do Cumbre Vieja, iniciada em 19 de agosto.

Meio Ambiente