PUBLICIDADE
Topo

Chico Alves

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Randolfe pedirá a Pacheco que CPI do MEC não seja fundida com outra

7.jul.2021 - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) - Edilson Rodrigues/Agência Senado
7.jul.2021 - O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) Imagem: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

01/07/2022 04h00

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) vai procurar hoje o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para pedir que a CPI do MEC não seja fundida com outra comissão, a de obras inacabadas, como chegou a ser cogitado. "Essa ideia de unir as duas CPIs não tem razão nem sentido nenhum", afirmou Randolfe à coluna. "São duas comissões com fatos determinados totalmente distintos".

A sugestão de Pacheco tem o objetivo de atender tanto a oposicionistas e governistas. A oposição está interessada em investigar o escândalo da ação dos pastores que intermediavam verba pública a prefeituras, sob a gestão de Milton Ribeiro, enquanto os governistas querem averiguar as obras de governos anteriores que não foram concluídas.

"A comissão proposta pelo governo tem o objetivo de neutralizar a nossa. Não tem a intenção real de debater obras inacabadas, é uma intenção fake", afirma o senador amapaense. "Já a nossa CPI quer investigar, tem um fato determinado, tem um foco, que é o esquema de corrupção do MEC".

Para Randolfe, misturar esses dois temas só interessa ao governo.

Rodrigo Pacheco disse que deverá decidir sobre a instalação das diversas CPIs solicitadas na próxima semana.