PUBLICIDADE
Topo

Juliana Dal Piva

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Teoria sobre 'guerra química' citada por Bolsonaro já circulou com Wassef

O presidente Jair Bolsonaro - Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci/Fotográfo/Agência Brasil
O presidente Jair Bolsonaro Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agênci/Fotográfo/Agência Brasil
Juliana Dal Piva

Juliana Dal Piva é formada pela Universidade Federal de Santa Catarina e possui mestrado pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getulio Vargas. Trabalhou nos jornais O Dia, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo e revista Época. Obteve oito premiações de jornalismo. Entre elas, o Prêmio Líbero Badaró de jornalismo impresso em 2014 e também foi menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. Em 2019, recebeu ainda o Prêmio Relatoría para la Libertad de Expresión (RELE) da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, pelo trabalho "Em 28 anos, clã Bolsonaro nomeou 102 pessoas com laços familiares".

Colunista do UOL

06/05/2021 04h00

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez ontem novas críticas e insinuações à China de que o novo coronavírus teria sido criado em laboratório e poderia ter como objetivo uma guerra química. Interlocutores contaram à coluna que essa teoria circulou no gabinete presidencial nos últimos dois meses citada por Frederick Wassef, advogado de Bolsonaro. Além disso, o criminalista voltou a se apresentar em rodas sociais como "o homem do presidente".

Em evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro disse ontem: "É um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou por algum ser humano [que] ingeriu um animal inadequado. Mas está aí. Os militares sabem que é guerra química, bacteriológica e radiológica. Será que não estamos enfrentando uma nova guerra?"

Depois, continuou: "Qual o país que mais cresceu seu PIB? Não vou dizer para vocês."

A China foi um dos poucos países que cresceu em 2020, apesar da pandemia. Não há qualquer evidência de que o vírus tenha sido criado em laboratório. A OMS (Organização Mundial de Saúde) afirma que a teoria é muito "improvável".

wassef - Daniel Marenco/Agência Globo - Daniel Marenco/Agência Globo
O advogado Frederick Wassef
Imagem: Daniel Marenco/Agência Globo

Wassef tem falado sobre a teoria ao presidente e seus assessores, ao menos, desde março. Ele estava afastado publicamente da família Bolsonaro desde que Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, foi preso na casa dele em Atibaia, no interior de São Paulo, no ano passado.

Mas uma vitória de um habeas corpus no caso das rachadinhas de Flávio no STJ (Superior Tribunal de Justiça) fez com que ele voltasse a circular publicamente junto ao clã. Procurado pela coluna para comentar os episódios, ele não retornou.

Na semana passada, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também disse que "o chinês inventou o vírus", mas a "vacina dele" "não era tão boa como a do americano".