Conteúdo publicado há 1 mês
Kennedy Alencar

Kennedy Alencar

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Reportagem

Ministros do STF dizem que Bolsonaro corre risco jurídico com ato

Dois ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) afirmaram que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) pode complicar sua situação judicial ao promover um ato com seus apoiadores em São Paulo, apurou o colunista do UOL Kennedy Alencar para o programa Análise da Notícia.

Bolsonaro corre um risco jurídico alto. Conversei com dois ministros do Supremo e são dois ministros que têm o Bolsonaro entalado na garganta. São ministros que acompanharam nos últimos anos toda essa série de ataques do Bolsonaro ao STF, às instituições e à democracia brasileira. (...) conversando com ministros do Supremo eles acham que tem um grande risco para o Bolsonaro e que será difícil o controle do discurso para ele não repetir ataques às instituições e não voltar a se complicar juridicamente. Kennedy Alencar

Jair Bolsonaro convocou um ato para o próximo dia 25, na Avenida Paulista, em São Paulo, após o avanço de investigações da PF (Polícia Federal) sobre sua possível participação na articulação de um golpe de Estado. Em um vídeo, o ex-presidente afirmou que o ato será pacífico e pediu que seus apoiadores evitem levar faixas "contra quem quer que seja".

Kennedy destacou que Bolsonaro se complicou muito na reunião ministerial realizada em 5 de julho de 2022, onde claramente convocou seus ministros e alguns deputados para conspirar sobre um golpe de Estado. Em sua visão, a intenção do ex-presidente é mostrar que está sendo perseguido pela Justiça.

Depois daquela operação da PF, o Bolsonaro, que já queria vestir o figurino de perseguido, resolveu convocar essa manifestação por sugestão dessa figura impoluta que é o Silas Malafaia. Convocou essa manifestação em São Paulo para o dia 25 e o Bolsonaro disse ao convocar que seria uma manifestação em defesa ao estado democrático de direito e uma manifestação porque ele estava sendo perseguido politicamente. As duas coisas são mentirosas porque ele nunca defendeu o estado democrático de direito e ele não é perseguido. Está tendo todos os direitos que o devido processo legal conferem a um cidadão que cometeu crimes e tem que responder na forma da lei. Ele manipula e mente. Kennedy Alencar

Ainda de acordo com a apuração de Kennedy, ministros do STF veem que Bolsonaro está tentando "emparedar" o tribunal e desqualificar os ministros.

O que ele está fazendo é tentar emparedar o Supremo e é assim que está sendo recebido lá. É querer colocar um carimbo no Alexandre de Moraes e no plenário do STF de que não há isenção e imparcialidade para julgá-lo. Isso é mentira porque Bolsonaro está tendo tudo aquilo que queria negar aos brasileiros e que a democracia oferece em termos de garantias individuais e ele está recebendo. Kennedy Alencar

O colunista diz que que não vê risco de o ex-presidente ser preso durante o ato, mas acredita que sua situação deverá se complicar ainda mais diante das autoridades.

Não há risco de prisão, mas de levar mais elementos para a denúncia na PGR. Me disseram também [os ministros] que o Gonet está com uma posição muito madura em relação a esse caso e acompanhou tudo, é uma PGR completamente diferente da de Augusto Aras e tem que levar isso em conta. A manifestação é mais um elemento de continuidade golpista. (...) o ato de Bolsonaro em São Paulo deve reforçar inquérito, denúncia e processo no STF. Kennedy Alencar

Continua após a publicidade

***

O Análise da Notícia vai ao ar às terças e quartas, às 13h e às 14h30.

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Veja abaixo o programa na íntegra:

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.