PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

Prefeito de Chapecó omite restrições ao alegar melhora em números de covid

Do UOL, em São Paulo

06/04/2021 04h00

O prefeito de Chapecó (SC), João Rodrigues (PSD), distorceu dados da covid-19 ao divulgar um vídeo afirmando que, em 60 dias, o município passou "dos piores resultados do Brasil aos melhores números". Embora nos últimos dias as notificações pela doença tenham reduzido, Rodrigues omitiu que a cidade adotou medidas restritivas e citou apenas que seguiu "todos os protocolos".

Os protocolos mencionados pelo prefeito incluem o tratamento precoce contra a doença, que não tem comprovação científica. O vídeo, publicado ontem (4), foi compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que elogiou Rodrigues e o apontou como "exemplo a ser seguido".

O UOL Confere levantou óbitos e casos da covid-19 em Chapecó nos últimos 60 dias e constatou que, ao fim de março, houve redução no ritmo acelerado em que as notificações vinham sendo feitas, embora elas não sejam menores do que no início de fevereiro.

No entanto, parte da queda recente engloba o feriado da Semana Santa, o que pode ter represado alguns dados, já que as atualizações são historicamente menores fora dos dias úteis.

Ao fim de fevereiro, a cidade implementou medidas restritivas para tentar frear o avanço do vírus. A falta de leitos levou à transferência de pacientes para o Espírito Santo e, mesmo após o fim do decreto municipal, Chapecó aderiu às restrições implementadas pelo estado de Santa Catarina.

Além disso, o município também ampliou a testagem da população e criou enfermarias próprias para atender pacientes com coronavírus, aliviando a pressão sobre outras unidades de saúde.

O prefeito de Chapecó é entusiasta do 'kit covid', que não tem eficácia comprovada cientificamente e já teve pacientes que fizeram uso hospitalizados em quadro grave de saúde.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere