PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

Queiroga infla número de imunizados com 2 doses de vacina contra covid

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou um número mais do que o dobro maior de pessoas imunizadas no país com duas doses de vacina contra covid - Arte/UOL
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou um número mais do que o dobro maior de pessoas imunizadas no país com duas doses de vacina contra covid Imagem: Arte/UOL

Andréia Martins

Do UOL, em São Paulo

03/05/2021 15h12Atualizada em 03/05/2021 17h43

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, mais do que dobrou a porcentagem da população brasileira que já foi imunizada com as duas doses da vacina contra covid-19 em entrevista na manhã de hoje.

"O Brasil já imunizou 18% da sua população com as duas doses da vacina. Estamos muito entusiasmados com a perspectiva de vacinar toda nossa população até o final do ano. Estou tranquilo em relação a essa previsão, associada à ampla campanha de vacinação que já estamos fazendo em parceria com estados e municípios", disse Queiroga depois de participar de uma reunião fechada na Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), em São Paulo.

Hoje, de acordo com o levantamento do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde, 15.869.985 pessoas receberam as duas doses das vacinas da AstraZeneca e CoronaVac. O número corresponde a apenas 7,49% da população do país.

Com relação aos brasileiros que tomaram a pelo menos uma dose da vacina, o total é de 31.875.681, o equivalente a 15,05% da população nacional. Os dados são do levantamento divulgado na noite de ontem (2) pelo consórcio.

Em contato com o UOL, o Ministério da Saúde informou que "o ministro se referiu à porcentagem do grupo prioritário já vacinado com as duas doses, que é de 18%".

Além da previsão de vacinar todos os brasileiros ainda em 2021, Queiroga afirmou que o Brasil está na "iminência de fechar" um novo contrato com a Pfizer para comprar mais 100 milhões de doses de vacina.

"Ou seja, o Brasil terá a disposição de sua sociedade 200 milhões de doses da vacina Pfizer. Isso equivale a imunizar cerca da metade de sua população ainda neste ano porque esse segundo contrato prevê para o mês de outubro já 35 milhões de doses da Pfizer", afirmou. Hoje, o país recebeu a primeira remessa de vacinas da Pfizer. Foram 499,6 mil doses de um total de 1 milhão já contratadas.

Durante o encontro na Fiesp, o ministro voltou a destacar que o Brasil "é o quinto país que mais distribui doses de vacinas", aproveitando para ressaltar o trabalho do Instituto Butantan e da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), reforçando que a Fiocruz começara a produzir vacinas com insumo totalmente nacional a partir do terceiro trimestre deste ano "o que é uma notícia muito alvissareira" afirmou, destacando o investimento do governo na área.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere