PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


UOL Confere

Fake news usa vídeo de 2014 para acusar chineses de bloquear ponte no DF

UOL Confere Manifestações - Arte/ UOL
UOL Confere Manifestações Imagem: Arte/ UOL

Wanderley Preite Sobrinho

Do UOL, em São Paulo

07/09/2021 13h21

Um vídeo publicado em 2014 voltou a circular em grupos de bolsonaristas do WhatsApp às vésperas das manifestações de 7 de Setembro. A fake news afirma que um grupo de chineses bloqueou a passagem de brasileiros em "a principal ponte de Brasília" e impediam "o direito de ir e vir dos brasileiros".

O vídeo, porém, não tem nenhuma relação com a manifestação de hoje e muito menos com a suposta dominação chinesa sobre o país.

"Eles já se julgam donos do Brasil", diz a mensagem compartilhada no aplicativo de mensagem com a versão do vídeo de 2014 publicada novamente no YouTube em abril do ano passado.

O vídeo "Chineses bloqueiam a principal ponte de Brasília não passa ninguém" voltou a ser muito assistido desde ontem, quando diversos comentários denunciando o "crime" passou a ser publicado.

São todos uns enviados do inferno defendendo o país maldito deles. Eles têm que morar, viver na China aonde fica a bandeira deles."
Comentário de ontem no YouTube

O que aconteceu de verdade?

A notícia verdadeira remonta a 18 de julho de 2014, quando virou notícia uma briga entre chineses e brasileiros na praça dos Três Poderes, em Brasília.

Na ocasião, um grupo de brasileiros protestava contra a suposta perseguição do governo chinês aos praticantes de Falun Gong, um tipo de meditação.

Alguns chineses que moravam em São Paulo e visitavam a capital federal não teriam gostado do protesto e "foram agressivos na abordagem", afirmaram na época os brasileiros à TV Globo.

Os dois grupos foram levados para a delegacia, mas acabaram liberados porque não houve agressão, apenas bate-boca.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

UOL Confere