PUBLICIDADE
Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


‘Projeto de lei’ para que policiais portem armas descarregadas é falso

22.jun.2022 - Imagem imita design de portal de notícias - Arte/UOL
22.jun.2022 - Imagem imita design de portal de notícias Imagem: Arte/UOL

Isabela Aleixo

Do UOL, em São Paulo

22/06/2022 17h27

O projeto de lei 5439/2022 não existe. Uma imagem que imita o design do portal de notícias G1, do Grupo Globo, tem sido compartilhada nas redes sociais afirmando que o projeto teria sido apresentado por um deputado chamado Silvio Dias, do PT-AM, "para policial portar arma sempre descarregada". Ainda segundo a imagem, o suposto projeto de lei diria que "para evitar uma possível troca de tiros, a arma deverá ser carregada somente em último caso com autorização de um superior". Todas as informações, porém, são falsas.

Uma busca no site da Câmara de Deputados pelo número e ano do PL não retornou nenhum resultado para a consulta. Além disso, não existe nenhum deputado federal do PT pelo Amazonas com o nome de Silvio Dias. O único deputado federal petista pelo estado se chama José Ricardo, que também não apresentou nenhum projeto de lei com esse conteúdo.

Também não há nenhuma proposta com esse número na Assembleia Legislativa do Amazonas, que só tem um deputado estadual pelo PT: Sinésio Campos.

O G1 também desmentiu que tenha publicado matéria com esse título e conteúdo e classificou a imagem como "montagem fraudulenta". O portal de notícias disse ainda que não existe nenhum repórter na equipe com o nome apontado no texto falso, "Astolfo Canuto".

O post chegou a ser compartilhado pelo delegado de polícia de SP e influencer Paulo Bilynskyj no dia 15 de junho. Ele tem mais de 675 mil seguidores no Instagram. O delegado escreveu na legenda "é fake, né?". A publicação foi classificada pela rede social como "conteúdo falso".

Outra publicação também imitava o design do portal de notícias e foi desmentida pelo UOL.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.