Violência em São Paulo

Ex de Richthofen, Daniel Cravinhos deixa prisão para cumprir pena em regime aberto

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

  • Luiz Carlos Murauskas/Folhapress

    Daniel Cravinhos, então namorado de Suzane von Richthofen, no Departamento de Homicídios da Polícia Civil, antes de ser transferido para prisão, em novembro de 2002

    Daniel Cravinhos, então namorado de Suzane von Richthofen, no Departamento de Homicídios da Polícia Civil, antes de ser transferido para prisão, em novembro de 2002

Daniel Cravinhos de Paula e Silva, condenado a 38 anos e 11 meses de prisão por matar os pais Suzane  von  Richtofen, Manfred e Marísia, em outubro de 2002, foi liberado do presídio de Tremembé, no interior de São Paulo, para cumprir o resto da pena em liberdade. Ao todo, entre os regimes fechado e semiaberto, Daniel ficou 15 anos e 3 meses preso.

Ele era namorado de Suzane na época do crime e deixou o presídio às 16h35 desta terça-feira (16). O benefício ocorreu por bom comportamento e pela redução de pena obtida com dias de trabalho. Uma das funções que ele exerceu dentro do presídio, por exemplo, foi a confecção de cadeiras e mesas utilizadas em escolas públicas.

Veja também:

Em dezembro de 2014, Daniel Cravinhos se casou com a filha de uma agente penitenciária. Ele teria conhecido a mulher em novembro de 2012, quando ela foi ao presídio visitar o irmão, detido sob a suspeita de ter participado de um roubo. 

Daniel e o irmão, Christian Cravinhos, foram condenados pela Justiça de São Paulo em 2006. Em agosto de 2017, Christian saiu da prisão após também ter sido beneficiado com o regime aberto por bom comportamento e trabalho.

Enquanto isso, Suzane, condenada a 39 anos sob a acusação de tramar o crime, continua na penitenciária feminina de Tremembé, no regime semiaberto. Por não estar no regime fechado, ela tem direito a cinco saídas temporárias da prisão durante o ano.

Ela foi uma das 33.324 pessoas que saíram de prisões do Estado no fim do ano de 2017, por exemplo. Ela retornou na data estipulada, assim como 96% do total dos beneficiados.

Em nota, a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou que "foi dado cumprimento ontem, 16, à decisão da MM Sra. Juíza da 2ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, que concedeu a progressão ao regime aberto para o preso Daniel Cravinhos de Paula e Silva. A soltura da Penitenciária  II "Dr. José Augusto César Salgado" de Tremembé se deu às 16h35."

Richthofen poderá vir a cumprir restante da pena em liberdade

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos