PUBLICIDADE
Topo

Segurança pública

Conteúdo publicado há
2 meses

Preso por tráfico é suspeito de participar de roubo de ouro em Guarulhos

Em 2019, criminosos entraram no terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos e roubaram 720 kg de ouro - Reprodução
Em 2019, criminosos entraram no terminal de cargas do Aeroporto de Guarulhos e roubaram 720 kg de ouro Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

02/02/2021 17h28Atualizada em 02/02/2021 17h33

O DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) de São Paulo investiga se um corretor de 46 anos, preso ontem por tráfico de drogas, participou do roubo de mais de 700 quilos em ouro, joias e relógios no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Região Metropolitana da capital paulista, em julho de 2019.

Em nota ao UOL, a SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou que os policiais encontraram o suspeito após serem surpreendidos por sua esposa, de 40 anos. A mulher estava no meio da rua, "bastante nervosa", quando dois veículos passaram pelos oficiais em alta velocidade. Segundo ela, eles teriam ido até sua casa para roubar seus automóveis e matar seu companheiro.

O caso aconteceu na Rua Frederico Osternak, no Jardim Arpoador, zona sul de São Paulo. Aos policiais, que a acompanharam até em casa, ela contou que o marido teria participado do roubo em Guarulhos e ficado com algumas das barras de ouro e pedras preciosas sem autorização dos criminosos.

Ainda de acordo com a SSP, ela também revelou que o marido era o responsável pelo tráfico de drogas na região. A mulher levou os PMs a uma casa próxima, onde foram encontrados dois tijolos de maconha e quatro relógios. Um homem de 33 anos que também estava o local foi preso, além do corretor.

Já na casa dela, os oficiais encontraram R$ 3 mil em espécie e uma caixa vazia de uma pistola calibre .40.

A droga, os objetos e o dinheiro foram apreendidos e encaminhados à perícia, segundo a SSP. O caso foi apresentado no 89º DP (Distrito Policial), onde foi registrado boletim de ocorrência pelo roubo dos veículos da família e tráfico de drogas.

Os dois suspeitos presos permanecerão à disposição da Justiça, e a suposta participação e ligação com o caso do roubo no Aeroporto de Guarulhos já estão sendo apuradas pelo DEIC.

Segurança pública