Conteúdo publicado há 3 meses

Falta de condenação por racismo naturaliza a discriminação, diz advogado

O advogado Júlio César Santos, do Instituto Luiz Gama, criticou as instituições pela passividade em relação aos casos de racismo.

As instituições não estão preparadas para lidar com a temática racial. Quando falo isso, as instituições normalizaram a situação, como se existisse um pacto de mediocridade entre as instituições.
Júlio César Santos, do Instituto Luiz Gama, ao UOL News desta quinta (16)

Se nós pegarmos os casos de racismo, mesmo com as mudanças na lei, a gente observa que, na prática, ninguém é condenado por praticar racismo. As pessoas vão tendo um olhar que é natural discriminar.

Cada vez mais é primordial que as instituições, desde o ensino fundamental, demonstrem a importância da valorização da cultura negra.

Casos de racismo ganharam repercussão nesta semana

Cliente exigiu ''motoboy branco"."Última vez veio um motoboy negro, peço a gentileza que mande um branco, não gosto de pessoas assim encostando na minha comida", escreveu a mulher. A mensagem foi enviada no campo de observações sobre as entregas de uma pastelaria de Campo Bom (RS), na noite de terça (14).

PM negou ajuda a jovem negro ameaçado por homem armado. A policial deu um chute para afastar o rapaz. O caso aconteceu no domingo (12), na zona norte de São Paulo.

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: de segunda a sexta, às 10h e 17h.

Continua após a publicidade

As mais lidas agora