PUBLICIDADE
Topo

Ibope em Manaus: Amazonino cresce 8 pontos e agora empata com David Almeida

Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante), candidatos à Prefeitura de Manaus - Reprodução/Facebook
Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante), candidatos à Prefeitura de Manaus Imagem: Reprodução/Facebook

Do UOL, em São Paulo

27/11/2020 19h46Atualizada em 27/11/2020 21h04

Os ex-governadores do Amazonas David Almeida (Avante) e Amazonino Mendes (Podemos) estão tecnicamente empatados na disputa eleitoral pela Prefeitura de Manaus, segundo pesquisa Ibope divulgada hoje. David aparece com 44% das intenções de voto, e Amazonino marca 40%, depois de crescer 8 pontos em relação ao último levantamento, em 21 de novembro.

Já David Almeida tinha 47% na semana passada, oscilando dentro da margem de erro, que é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. Amazonino estava com 32%.

Na pesquisa divulgada hoje, os entrevistados que disseram votar branco ou nulo somam 12%. O grupo que declarou não saber em quem votar ou não respondeu é de 4%.

No primeiro turno, Amazonino recebeu 23,91% dos votos e David Almeida, 22,36%.

Considerando apenas os votos válidos, isto é, excluídos brancos, nulos e abstenções, David Almeida tem 52% e Amazonino marca 48% das intenções de voto.

Porcentagem considerando votos válidos

  • David Almeida (Avante): 52%
  • Amazonino Mendes (Podemos): 48%
O Ibope por telefone ouviu 602 eleitores entre 25 e 27 de novembro. O nível de confiança utilizado é de 95%, ou seja, há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual cenário eleitoral caso as eleições acontecessem hoje.

A pesquisa foi registrada no TSE sob o número AM-1680/2020 e encomendada pela Rede Amazônica.

Você utiliza a Alexa? O UOL é o parceiro oficial da assistente de voz da Amazon, com boletins de notícias e dados atualizados das últimas pesquisas eleitorais e dos resultados do 2º turno. Para saber sobre a eleição na sua cidade com a credibilidade do UOL, pergunte: "Alexa, qual é o resultado da pesquisa eleitoral em São Paulo?", por exemplo, ou "Alexa, quem ganhou a eleição no Rio de Janeiro?". Nos encontramos lá!