Tempestade Sandy

Tempestade Sandy causa primeira morte no Canadá

Do UOL, em São Paulo

A tempestade Sandy provocou a primeira morte no Canadá na noite desta segunda-feira (29), de acordo com a emissora de televisão americana "CNN". Nos Estados Unidos, já são 12 as mortes causadas pela chegada do ciclone pós-tropical à costa leste do país. Sandy matou pelo menos 67 pessoas durante sua passagem pelo Caribe, 51 delas no Haiti.

Em sua conta no Twitter, a polícia da cidade canadense de Toronto informou que uma mulher morreu quando andava na rua e foi atingida por pedaços de uma placa de um estabelecimento comercial arrancada pelo vento.

A cidade também está enfrentando a fúria do ciclone, com fortes chuvas, rajadas de vento, além de estradas alagadas. Cerca de 6.000 residências estão sem energia elétrica, informou a polícia local ao canal de TV "CNN".

Segundo a agência de notícias Efe, as autoridades canadenses alertam a população das províncias de Ontário, Quebéc, Nova Escócia e Nova Brunswick que a forte tormenta segue em direção ao país e que os efeitos serão perceptíveis em vastas áreas do sudeste do Canadá.

"Fortes chuvas e rajadas de vento atingem o sul de Ontário e de Quebéc", informou o Serviço Metereológico do Canadá. De acordo com a Efe, o órgão adverte que as zonas mais afetadas dessas províncias vão registrar mais de 50 milímetros de chuva nas próximas 24 horas, além de ventos de mais de 100 quilômetros por hora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos