Topo

Com a hashtag "Viaje comigo", franceses oferecem proteção a muçulmanos

Reprodução/Twitter
Mulher segura cartaz com a hashtag ''Voyage Avec Moi'' (Viaje comigo) Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

2015-01-08T19:52:02

08/01/2015 19h52

Usuários do Twitter e do Facebook na França estão oferecendo ajuda a muçulmanos que temem agressões devido ao crescente sentimento islamofóbico após o atentado à revista satírica “Charlie Hebdo”. Doze pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas no ataque.

Com a hashtag “Voyage Avec Moi” (Viaje comigo), os internautas se propõem a acompanhar os muçulmanos nas viagens feitas no transporte público, informando hora e local onde estarão.

A iniciativa é inspirada na hashtag “I will ride with you”, que se popularizou em Sidney após o sequestro no café Lindt em dezembro. Na ocasião, o iraniano Man Haron Monis, 50, manteve 17 reféns. Além de Monis, dois reféns morreram.

Outra hashtag, a "Je Suis Charlie" (Eu Sou Charlie), criada em apoio à revista atacada, foi tuitada mais de 3,5 milhões de vezes desde o atentado na quarta-feira. No horário de pico, cerca de 6.500 tuítes foram publicados por minuto.

Mais Internacional