Conteúdo publicado há 4 meses

O que sabemos sobre os brasileiros desaparecidos após ataques contra Israel

Ao menos três brasileiros estão desaparecidos em Israel após o início dos ataques do Hamas contra o país do Oriente Médio, segundo informou o Ministério das Relações Exteriores.

A pasta não divulga os nomes, mas informa que todos têm dupla nacionalidade e estavam em um festival de música eletrônica realizado no sul do país, perto da Faixa de Gaza. O evento —onde o DJ Juarez Petrillo, pai do DJ Alok, tocaria ontem— foi alvo de um ataque por terra de integrantes do grupo extremista.

Segundo apuração do UOL, com base em entrevistas com amigos e parentes e relatos nas redes sociais, os desaparecidos seriam Ranani Glazer, Bruna Valeanu e Karla Stelzer Mendes.

Um quarto brasileiro ficou ferido. Rafael Zimmerman já recebeu alta.

Veja o que já sabemos sobre os brasileiros desaparecidos em Israel.

Ranani Glazer

Ranani Glazer tem 24 anos, é de Porto Alegre e mora em Israel. Ele prestou serviço militar nas Forças de Defesa Israelenses, mas já deixou a corporação e hoje trabalha como entregador em Tel Aviv.

Glazer estava no festival com a namorada, Rafaela Treistman, e um amigo.

Continua após a publicidade

Após o início dos ataques, os três conseguiram se refugiar em um bunker, que também foi atacado.

Rafaela e o amigo conseguiram fugir, mas se perderam de Ranani, que ainda não foi localizado e não responde às ligações para seu celular.

Em entrevista à CNN, Rafaela disse que estava no bunker com o namorado e o amigo quando o local começou a ser alvo de bombas de gás, deixando várias pessoas feridas e mortas no local.

Bruna Valeanu

Bruna Valeanu teve o desaparecimento confirmado por irmã no Facebook. A jovem estava na mesma festa eletrônica que foi invadida pelo Hamas, segundo relatos.

Continua após a publicidade

Bruna atuou como instrutora de tiro nas Forças de Defesa Israelenses entre agosto de 2018 e agosto de 2020. As informações estão disponíveis em sua página no LinkedIn. Desde outubro de 2022, ela estuda comunicação e artes na Universidade de Tel-Aviv.

Karla Stelzer Mendes

A terceira desaparecida seria Karla Stelzer Mendes. O Ministério das Relações Exteriores confirma que há três brasileiros desaparecidos, mas não informa seus nomes —apenas que todos têm nacionalidades brasileira e israelense.

Amigos que procuram informações sobre Karla dizem que ela estava acompanhada do companheiro, Gabi Azulay, na rave. De acordo com seu perfil no LinkedIn, Karla é professora e vive em Beit Ezra —local a 46 km de Tel-Aviv.

Em nota, responsáveis pela rave manifestaram solidariedade às vítimas e familiares. "A violência não tem lugar na sociedade, seja em qual território for", afirmaram os organizadores da Universo Paralello.

A brasileira Karla Stelzer estava acompanhada do companheiro, Gabi Azulay, na mesma festa de música eletrônica que outros brasileiros; eles também estão desaparecidos, segundo relatos de amigos
A brasileira Karla Stelzer estava acompanhada do companheiro, Gabi Azulay, na mesma festa de música eletrônica que outros brasileiros; eles também estão desaparecidos, segundo relatos de amigos Imagem: Reprodução/Facebook

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes