Topo

Maia sobre recursos do G-7 a queimadas: Brasil não deve abrir mão nem de R$ 1

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia - Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia Imagem: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Camila Turtelli e Renato Onofre

Brasília

27/08/2019 16h56

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse hoje que o Brasil deve aceitar o recurso oferecido pelos países que fazem parte do G7 para o combate aos incêndios na Amazônia. "Acho que o Brasil não pode abrir mão nem de um real. A situação do orçamento federal, de estados e municípios é dramática", disse. "Nós temos de receber os recursos e ter regras em um país soberano como nosso, da execução desses recursos. Isso é importante", disse.

Maia afirmou ainda que o conflito acabou "indo para o lado pessoal". Nos últimos dias, o presidente da República, Jair Bolsonaro, trocou farpas com seu par francês, Emmanuel Macron.

Ainda sobre a Amazônia, Maia voltou a afirmar que está na expectativa para a liberação de recursos da Petrobras para o meio ambiente.

Ele disse ainda que a crise tem impactos no projeto de lei sobre o Licenciamento Ambiental. "Essa polêmica nos obriga a dar mais transparência à discussão do licenciamento ambiental", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Meio Ambiente