Topo

Maia diz que arquivará projeto de garimpo em área indígena se Bolsonaro enviar

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) - 05.out.2019 - Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) Imagem: 05.out.2019 - Suamy Beydoun/Agif/Estadão Conteúdo

Da Reuters

07/11/2019 13h53

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que arquivará um projeto de legalização de garimpos em terras indígenas caso ele seja enviado ao Congresso pelo governo do presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista à jornalista Miriam Leitão, da GloboNews, que vai ao ar nesta quinta, mas que teve um trecho antecipado pela jornalista em seu blog, Maia disse que não se pode legalizar o garimpo em terras indígenas sob o argumento de que a atividade já ocorre atualmente.

"Recebo e arquivo. A gente não pode usar o argumento de que está tendo mineração ilegal para liberar. Vamos acabar com mineração ilegal, com garimpo ilegal. Coibir atos ilícitos. Primeiro, o governo cumpre seu papel de fiscal, de coibir o ilegal, o desmatamento, os garimpos. Depois disso, vamos discutir em que condições pode-se avançar", disse Maia, de acordo com o blog da jornalista.

O envio de um projeto de liberação do garimpo em terras indígenas tem sido uma promessa constante de Bolsonaro, inclusive em conversa recente que teve com garimpeiros em frente ao Palácio da Alvorada.

Meio Ambiente