PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Bolsonaro diz que em seu governo Ministério do Ambiente "ajuda" empresários

Hanrrikson de Andrade e Rafael Bragança

Do UOL, em Brasília e São Paulo

16/10/2020 11h17Atualizada em 16/10/2020 21h00

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou hoje que, em seu governo, o Ministério do Meio Ambiente "não cria dificuldades", "pelo contrário, ajuda e muito", empresários e produtores do setor rural.

"Relembrem há algum tempo como o Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis] e o ICM-Bio [Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade] tratava vocês", disse ele em discurso na inauguração de uma usina de produção de biogás em Guariba, na região metropolitana de Ribeirão Preto (SP).

"É um ministério [do Meio Ambiente] que não atrapalha a vida de vocês. Muito pelo contrário, ajuda e muito", afirmou. "Não criamos dificuldades para vender facilidade", acrescentou Bolsonaro em outro momento.

Desde o ano passado, Bolsonaro tem sido criticado por ambientalistas e outras autoridades dentro e fora do país por questões relacionadas ao meio ambiente neste ano, como a redução da fiscalização, aumento de desmatamento e recorde de focos de incêndio.

A gestão ambiental no Brasil já foi pivô de conflitos entre o presidente brasileiro e líderes de outras nações, como o francês Emmanuel Macron, sobretudo em relação à escalada de queimadas na região amazônica no ano passado.

Em 2020, o fogo voltou a atingir não só a floresta brasileira como também a região do Pantanal. Para o presidente, no entanto, o problema seria superdimensionado por "uma das mais brutais campanhas de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal", conforme o próprio argumentou em seu discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU, em 22 de setembro.

Na ocasião, Bolsonaro afirmou que índios e caboclos são responsáveis por incêndios na Amazônia. Disse também que as queimadas no Pantanal acontecem em decorrência das altas temperaturas na região e culpou a Venezuela pelo aparecimento de manchas no litoral de 11 estados no ano passado.

Meio Ambiente