PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
15 dias

Cúpula do Clima: Bolsonaro ensaia farsa e faz chantagem barata, diz Ciro

Ciro Gomes grava vídeo com crítica à política ambiental do Governo Bolsonaro - Reprodução
Ciro Gomes grava vídeo com crítica à política ambiental do Governo Bolsonaro Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

20/04/2021 10h31

O ex-governador do Ceará e terceiro colocado nas últimas eleições presidenciais, Ciro Gomes (PDT), disse hoje que Jair Bolsonaro 'ensaia uma farsa' para a Cúpula de Líderes sobre o clima, que será realizada a partir de quinta-feira (22).

Em vídeo divulgado em seu perfil de Twitter, Ciro fez críticas à polícia ambiental do governo, dizendo que o mundo vai ver escancarada "a cara covarde e mentirosa de Bolsonaro".

Citando a carta enviada na última semana ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, Ciro Gomes diz que Bolsonaro "já começou a ensaiar a sua farsa" com um "amontoado de mentiras sobre ações passadas e intenções futuras".

"E ainda faz chantagem barata", diz Ciro, sobre o pedido do presidente brasileiro por recursos financeiros para ajudar na política ambiental do país, principalmente em relação à Floresta Amazônica.

Na carta, Bolsonaro se compromete a acabar com o desmatamento ilegal no Brasil e disse que o governo federal quer "ouvir as entidades do terceiro setor, indígenas, comunidades tradicionais e todos aqueles que estejam dispostos a contribuir para um debate construtivo e realmente comprometido com a solução dos problemas".

Ciro Gomes ainda diz que Bolsonaro mente por dizer que está comprometido com a preservação futura da floresta e omite dados sobre o desmatamento no Brasil. Ele citou um levantamento do Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia), que registrou o maior desmatamento para o mês de março nos últimos 10 anos.

A troca do superintendente da PF (Polícia Federal) na Amazônia, Alexandre Saraiva, após a apresentação de notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também foi lembrada por Ciro Gomes como contradição. "Na mesma semana que mandou a carta, demitiu o delegado Saraiva da PF", disse.

Segundo Ciro Gomes, a política ambiental do governo expõem "mentalidade criminosa, ignorância e muita burrice".

"É um absurdo que não entendam que nossa floresta tem muito mais valor em pé do que derrubada", disse.

Em contato com o UOL, a Secom (secretaria de comunicação) informou que o Palácio do Planalto não irá se manifestar sobre as declarações de Ciro.

Meio Ambiente