PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Salles bate boca com deputados e é chamado de 'moleque'; veja a discussão

Do UOL, em São Paulo

03/05/2021 21h41Atualizada em 03/05/2021 21h53

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, discutiu hoje com deputados durante uma reunião conjunta das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e Viação e Transportes. Durante o bate-boca, Salles foi xingado de "moleque" e "cínico" e acusado de mentir. Ao rebater, cobrou recursos de emendas parlamentares para sua pasta e chamou um deputado de "ambientalista de palanque".

Tudo começou quando o ministro do Meio Ambiente fez uma ironia com o deputado Paulo Guedes (PT-BA), homônimo do ministro da Economia. Quando Salles elogiou o "Paulo Guedes do governo Bolsonaro", a quem chamou de competente e prestigiado, o deputado Paulo Guedes entendeu que a fala sugeria que ele, diferentemente de seu xará, seria incompetente.

Guedes — o deputado — começou a pedir por respeito, e foi acompanhado por outros parlamentares. A confusão estava formada: enquanto Salles tentava retomar seu raciocínio, deputados o acusavam de mentir e o chamavam de "moleque" e "cínico". Não é possível identificar quem foram os responsáveis pelos xingamentos, já que os gritos ficaram sobrepostos e a transmissão focou no ministro o tempo todo.

A reunião foi comandada pela deputada Carla Zambelli (PSL-SP), presidente da Comissão de Meio Ambiente. Ela pouco interveio na discussão, tendo dito apenas que a fala do ministro estava "garantida". Ao final, reagiu com um "opa!" para o deputado que pediu a Salles que tomasse "vergonha na cara".

Confira a transcrição do bate-boca entre ministro do Meio Ambiente e os parlamentares:

Ricardo Salles: A recomposição dos recursos orçamentários, feita pelo outro Paulo Guedes [ministro da Economia], aquele que é competente e prestigiado pela sociedade brasileira... Está sendo feita. Aliás, cada um tem o que merece, o Paulo Guedes que merece.

As multas ambientais...

Deputado Paulo Guedes: O senhor está me chamando de incompetente, ministro?

Ricardo Salles: É a minha vez de falar, eu não terminei, deputado.

Deputado Paulo Guedes: Ô, ministro, você tem que respeitar essa Casa. O senhor tem que respeitar!

Ricardo Salles: Deputado, o senhor também. Eu estou falando aqui.

Deputado Paulo Guedes: O senhor está aqui como convidado! O senhor tem que respeitar as pessoas!

Ricardo Salles: As multas ambientais às que o deputado [Rodrigo] Agostinho...

Deputado Paulo Guedes: O senhor está mentindo aqui!

Ricardo Salles: ...Se refere estavam demorando sete anos para sair.

Deputado 2: Presidente [Carla Zambelli], a senhora também tem que pedir ao ministro que respeite os deputados.

Ricardo Salles: Eu estou respondendo à fala que ele fez... Vamos aguardar, vamos aguardar.

Deputado Paulo Guedes: O senhor é cínico!

Ricardo Salles: Quando a gente fala o que quer, ouve o que não quer.

Deputado 3: Moleque!

Ricardo Salles: As multas ambientais às que o deputado Agostinho está se referindo demoravam...

Deputado 3: O deputado Paulo Guedes não fez nenhuma ofensa.

Ricardo Salles: Fez sim!

Deputado 4: Um ministro não pode agredir um deputado!

Deputado 3: O deputado Paulo Guedes não fez nenhuma ofensa para esse moleque!

Ricardo Salles: Fez sim. Eu também não fiz nenhuma ofensa, eu só estou dizendo que o PT tem o seu, nós temos o nosso. Eu prefiro o nosso.

Deputado 3: Você fez ofensa, sim. Deixa de ser moleque!

Ricardo Salles: Olha, eu estou na minha vez de falar, deputado. O senhor se segure!

Deputado 3: Respeite a Casa, moleque!

Deputado 5: Corta a voz dele! Corta o microfone!

Deputado 3: Moleque, mesmo! Respeite!

Deputada Carla Zambelli: A secretaria pode... Está garantida a fala do ministro do Meio Ambiente, peço à Secretaria que... Obrigada.

Ricardo Salles: Só para concluir, senhora presidente, [quero] agradecer aqui a fala do deputado Junio Amaral, do PSL de Minas Gerais, e lembrar, em termos de legado, o que aconteceu na cidade de Bauru, deputado Rodrigo Agostinho. A CPI dos Precatórios, da época em que o senhor era prefeito, que deixou lá um problema de R$ 33 milhões por desrespeito à floresta urbana e à construção das residências no seu município.

Portanto, não fale do nosso legado no Ministério do Meio Ambiente, cuide primeiro do seu município de Bauru, que já tem bastante coisa lá para ser explicada. Muito obrigado.

Deputado 6: Ministro, toma vergonha na sua cara!

Deputada Carla Zambelli: Oooopa!

Ricardo Salles: Vai você também! Não mandou nada de emenda para cá, fica falando [que é] ambientalista... Uma vergonha! Ambientalista de palanque!

Deputado 7: O ministro é moleque!

Deputado 8: Olha a baixaria aí, ministro!

Deputado 6: Ele está fazendo de propósito! O ministro está fazendo de propósito! É o jeito dele, fazer de propósito!

Ricardo Salles: Ambientalista de palanque!

Meio Ambiente