PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Treinar gado para usar 'banheiro' é a nova aposta contra o efeito estufa

Estudo aponta que se 80% da urina do gado fosse coletada de um celeiro, as emissões de amônia seriam reduzidas em mais da metade - jess311/iStock
Estudo aponta que se 80% da urina do gado fosse coletada de um celeiro, as emissões de amônia seriam reduzidas em mais da metade Imagem: jess311/iStock

13/09/2021 13h33Atualizada em 14/09/2021 08h53

Um estudo realizado na Alemanha treinou gado para utilizar o banheiro. Segundo o The Guardian, os animais foram ensinados a urinar em um espaço específico do celeiro para que a urina possa ser coletada e tratada. Os pesquisadores acreditam que, com a nova técnica, as fazendas poderão reduzir a emissão de gases de efeito estufa e auxiliar na desaceleração do colapso climático.

De acordo com a publicação, o experimento utilizou um método chamado MooLoo, que trabalha com um sistema de recompensas e punições leves. Quando os bezerros urinavam na área designada, recebiam uma bebida doce ou um pouco de cevada amassada e, quando faziam as necessidades em outro lugar, eram surpreendidos por um breve jato de água;

"O gado, como muitos outros animais, é muito inteligente e pode aprender muito", disse Jan Langbein, psicólogo animal do Instituto de Pesquisa para Biologia de Animais de Fazenda (FBN) na Alemanha. "Por que eles não deveriam aprender a usar um banheiro?"

Ainda, segundo os pesquisadores, os resíduos dos animais podem contaminar o solo e os cursos d'água, além de contribuir para as emissões de gases de efeito estufa e acidificação do solo.

Após 15 sessões de treinamento, 11 dos 16 bezerros do experimento mostraram terem sido treinados com sucesso, segundo o estudo publicado na revista Current Biology. Os pesquisadores agora buscam ensinar os animais a também defecarem em áreas demarcadas.

"Queremos desenvolver algum tipo de tecnologia de sensor que inclua tudo", disse Langbein. O cientista ainda afirma que sua esperança é que "em alguns anos todas as vacas irão ao banheiro".

A amônia produzida na urina da vaca não contribui diretamente para o colapso climático, mas em contato com micróbios do solo pode ser convertida em óxido nitroso, um dos gases mais significativos do efeito estufa. De acordo com Langbein, as estimativas iniciais sugerem que se 80% da urina do gado fosse coletada de um celeiro, as emissões de amônia seriam reduzidas em mais da metade.

Meio Ambiente