Conteúdo publicado há 11 meses

Apontado como 'maior devastador da Amazônia' é preso em operação da PF

A Polícia Federal prendeu hoje o empresário Bruno Heller, apontado pelos investigadores como o "maior devastador" da Amazônia já identificado.

O que aconteceu

O empresário foi capturado em Novo Progresso, no Pará, em meio à Operação Retomada, que mira um esquema de invasão de terras da União e desmatamento para criação de gado na floresta amazônica. Também foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em Novo Progresso (PA) e Sinop (MT).

A Justiça autorizou o bloqueio de R$ 116 milhões, além do sequestro de veículos, 16 fazendas, imóveis e a indisponibilidade de 10 mil cabeças de gado. O valor, segundo a PF, é o mínimo para o restauro ambiental das áreas afetadas.

Bruno Heller foi preso em flagrante com ouro bruto e uma arma ilegal, afirmou a PF. Ele foi conduzido ao sistema prisional em Itaituba (PA), onde deve passar por audiência de custódia amanhã.

Bruno Heller foi encontrado com ouro bruto, diz PF.
Bruno Heller foi encontrado com ouro bruto, diz PF. Imagem: Divulgação/PF

Heller teria desmatado 6,5 mil hectares de floresta e se apossado ilegalmente de 21 mil hectares de terra da União, diz a PF. A área destruída equivale a quase quatro ilhas de Fernando de Noronha, destacou a corporação.

PF diz que o empresário já havia sido autuado 11 vezes e recebido seis embargos do Ibama por irregularidades. Uma perícia identificou danos do grupo do grileiro à Terra Indígena Baú.

Desmatamento ocorria para liberar área para pastagem, assim como esquema de grilagem de terras, incluindo em terras indígenas. O pecuarista e sua família realizavam cadastros falsos no Cadastro Ambiental Rural em nome de terceiros para, depois, destinar a área à criação de gado.

[O grupo desmataria] tais áreas e as destinariam para criação de gado. Assim, os verdadeiros responsáveis pela exploração das atividades se sentiriam protegidos contra eventuais processos criminais ou administrativos, os quais seriam direcionados aos participantes sem patrimônio
Polícia Federal

Continua após a publicidade

O UOL tenta contato com a defesa de Bruno Heller. Se houver resposta, o texto será atualizado.

Dinheiro, armas e documentos foram apreendidos com Bruno Heller, apontado pela PF como maior desmatador da Amazônia
Dinheiro, armas e documentos foram apreendidos com Bruno Heller, apontado pela PF como maior desmatador da Amazônia Imagem: Divulgação

*Com informações do Estadão Conteúdo

Deixe seu comentário

Só para assinantes