'Calor excepcional' faz Brasil ferver: onde a temperatura passa dos 40º C?

Quem já consultou as previsões de temperatura para os próximos dias levou um susto: a estimativa é de que, em algumas cidades, os termômetros ultrapassem 40º C —no fim do inverno.

O pico do calor em praticamente todo o país deve ocorrer entre o fim desta semana e o começo da próxima.

As previsões valem para todo o Brasil: nenhuma das cinco regiões deverá ser poupada, de acordo com o MetSul Meteorologia, que classificou o episódio como "excepcional". Pode haver quebra de recorde de temperatura para o mês de setembro.

Cidade de São Paulo pode chegar a 39ºC
Cidade de São Paulo pode chegar a 39ºC Imagem: CESAR CONVENTI/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Centro-Oeste é o mais afetado

A região mais afetada deve ser a de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, onde a maioria das cidades pode ter temperaturas que superem os 40º C. Os municípios da região do Pantanal devem registrar temperaturas ainda mais elevadas —entre 43º C e 45º C.

Entre as capitais, Cuiabá deve ser a mais quente, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Sudeste também terá altas temperaturas

O Rio de Janeiro pode chegar aos 40º C no próximo fim de semana, explica a Climatempo.

Continua após a publicidade

Em Minas Gerais, as regiões mais atingidas pelo calor são a do Triângulo Mineiro e o noroeste do estado.

Já em São Paulo, cidades do interior podem alcançar os 40º C, com destaque para as regiões oeste, noroeste e norte do estado. Segundo a Climatempo, cidades do interior paulista podem ter "vários dias" com temperatura na casa dos 40°C.

Na capital paulista, os termômetros podem marcar de 37ºC a 39ºC, segundo o MetSul. O pico de calor é esperado para o próximo fim de semana, de acordo com a Climatempo.

Outros estados também devem bater os 40º C. São eles: Paraná, Goiás, Rondônia, Amazonas, Pará, Tocantins, Bahia, Piauí e Maranhão, além do Distrito Federal. Em algumas localidades, o calor deve se estender pela próxima semana.

Baixa umidade do ar

O Inmet já emitiu um alerta para baixa umidade na maior parte do país —um território que abrange quase todo o Sudeste e Centro-oeste e parte do Nordeste. A MetSul Meteorologia também advertiu que o nível de calor esperado para os próximos dias "atingirá patamar extremamente perigoso à saúde e à vida". O risco é maior para pessoas doentes e idosos.

Continua após a publicidade

Causas

As temperaturas elevadas são causadas por uma "bolha de calor", segundo a MetSul. Ela é criada quando uma área de alta pressão permanece sobre a mesma região por dias ou semanas, prendendo ar muito quente por baixo, como se fosse uma tampa de panela.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes