PUBLICIDADE
Topo

Política

Esse conteúdo é antigo

Jornal: Governo cede R$ 3 bi a parlamentares em meio à eleição no Congresso

Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo

28/01/2021 19h12Atualizada em 28/01/2021 19h25

A poucos dias da eleição para as presidências da Câmara e do Senado, o Palácio do Planalto liberou R$ 3 bilhões para 250 deputados e 35 senadores, a serem investidos em obras em seus redutos eleitorais. Segundo publicado por O Estado de S. Paulo, que teve acesso a uma planilha interna de controle de verbas, o dinheiro saiu do Ministério do Desenvolvimento Regional, comandado por Rogério Marinho.

Nesta planilha informal, até então sigilosa, estão inclusos repasses do Orçamento da União que não são rastreáveis por mecanismos públicos de transparência — os chamados "recursos extraorçamentários", ainda de acordo com o jornal. A oferta do dinheiro, contou o Estadão, foi feita no gabinete do ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos.

O Palácio do Planalto apoia as candidaturas de Arthur Lira (Progressistas-AL) para a presidência da Câmara e de Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para a do Senado. O primeiro é o principal adversário do deputado Baleia Rossi (MDB-SP), apoiado por Rodrigo Maia (DEM-RJ); o segundo, em contrapartida, é endossado pelo atual presidente da Casa, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), seu colega de partido.

Como líder do Progressistas, Lira foi priorizado pelo repasse de verbas do Ministério do Desenvolvimento Regional com o direcionamento de R$ 109,5 milhões, segundo o Estadão. Esse dinheiro, disse o jornal, deve ser distribuído a projetos indicados por seus correligionários.

O deputado também liberou outros R$ 5 milhões para obras em Barra de São Miguel (AL), cidade de onde Benedito de Lira (Progressistas), seu pai, é prefeito.

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou abertamente sua torcida pela vitória de Lira, que, se confirmada, pode simbolizar uma vitória importante para o governo. Bolsonaro já disse que conta com o deputado para conseguir pautar no Congresso temas e projetos de seu interesse, como a liberação de armas no Brasil.

Amigos de Alagoas: se Deus quiser, na segunda-feira [1º], teremos o segundo homem na linha hierárquica do Brasil eleito aqui no Nordeste pela Câmara dos Deputados. O deputado Arthur Lira. Se Deus quiser, o nosso presidente [da Câmara]. Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Política