PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Bolsonaro faz comentário racista sobre cabelo de apoiador: Tô vendo barata

Do UOL, em São Paulo

06/05/2021 17h24Atualizada em 07/05/2021 11h36

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez um comentário de cunho racista hoje ao interagir com um apoiador em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília. A fala veio durante o já tradicional encontro que ele tem com apoiadores antes de iniciar os trabalhos pela manhã.

Bolsonaro afirmou que estava vendo uma barata no cabelo crespo de um homem que tentava tirar uma foto com ele (veja no vídeo acima).

"Tô vendo uma barata aqui", disse Bolsonaro, aos risos.

Antes de fazer o comentário racista, ele ainda observou o apoiador e depois olhou para um dos seus seguranças como forma de chamar a atenção para o cabelo. Ambos deram risada.

O comentário de Bolsonaro debochando do cabelo crespo do apoiador se assemelha ao fato que marcou o "BBB 21" há cerca de um mês, quando o cantor Rodolffo comparou o cabelo de João Luiz com a peruca desgrenhada de uma fantasia de monstro.

Por causa do ocorrido, a Polícia Civil do Rio de Janeiro, por meio da Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), instaurou um procedimento para apurar o crime de preconceito racial.

Bolsonaro já foi processado por racismo

Em 2019, o presidente da República se livrou de um processo por racismo no qual chegou a ser condenado em primeira instância dois anos antes, quando ainda era deputado federal. A penalidade à época foi uma multa de R$ 50 mil por declarações que ele fez em 2017.

Em abril daquele ano, Bolsonaro dava uma palestra no Clube Hebraica, em São Paulo, quando disse que visitou um quilombo e que "o afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas".

"Nem para procriador eles servem mais", afirmou.

No seu primeiro ano de mandato como presidente, o TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) encerrou o processo que ele respondia na Justiça federal por entender que as opiniões e declarações de parlamentares são invioláveis.

Política