PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
4 meses

Presidente do PDT: Bolsonaro está podre e é o pior presidente da história

Colaboração para o UOL

13/09/2021 19h55

O presidente do PDT, Carlos Lupi, chamou atenção para a gravidade da situação no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). Segundo ele, o mandatário federal está "podre" e corre o risco de "destruir as futuras gerações" do Brasil.

Lupi começou argumentando a necessidade de ampliar os próximos atos contra o presidente do país e pediu para a população enxergar a gravidade do momento. "Esse rei que está no poder está podre. Bolsonaro é o pior presidente da história da República brasileira. Do jeito que está, além de exterminar a esperança e a saúde, também vai destruir as futuras gerações", afirmou ao UOL News.

"Se acha que estou radicalizando, veja os outros países do mundo, a imprensa internacional, veja o vizinho, as pessoas passando fome na rua", continuou. O presidente do PDT acredita que a população está sentindo os efeitos da gestão de Bolsonaro no preço do gás e da gasolina, além da taxa de desemprego.

"A ficha começa a cair. Estávamos um pouco abatidos com a doença (coronavírus) e a contaminação. Não reconhecer isso é não reconhecer nosso direito de sobreviver", ressaltou. A pandemia também foi um dos motivos, segundo Lupi, para as manifestações de ontem não terem tanta adesão.

Para quem, como nós, tem consciência do contágio, vê quase 600 mil de brasileiros morrerem, combate o profeta da ignorância e seu governo - essa galera tem convicção e representa 80% da população brasileira - tem muito receio de ir para a rua. Não verificar isso é não reconhecer que estamos em um momento muito adverso".

Segundo Lupi, a situação ficou ainda mais grave com as falas de tom antidemocrático dadas por Bolsonaro no 7 de setembro. Pouco depois, o presidente da República tentou recuar com a Declaração à Nação.

"Não adianta fazer cartinha, porque isso não faz prescrever os crimes cometidos. Tem tantos pedidos de impeachment contra ele e, se não mobilizarmos a sociedade, não vamos avançar nisso", falou Lupi.

Política