PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Flávio Bolsonaro sobre Mendonça: 'Seria vergonhoso STF decidir pelo Senado'

André Mendonça pode ser indicado ao STF por Bolsonaro - Marcos Correa/Palácio do Planalto
André Mendonça pode ser indicado ao STF por Bolsonaro Imagem: Marcos Correa/Palácio do Planalto

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 17h02

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), criticou a lentidão do Senado para sabatinar o ex-advogado-geral da União André Mendonça, indicado pelo governo à vaga no STF (Supremo Tribunal Federal). Em post publicado nas redes sociais, o parlamentar elogiou as qualidades de Mendonça e disse que "seria vergonhoso, mais uma vez, o STF decidir pelo Senado".

"André Mendonça tem todas as qualidades para estar no STF. O Presidente da República indica o nome e os Senadores votam SIM ou NÃO. Já beira o absurdo o Senado não fazer sua parte, após 65 dias desde a indicação. Seria vergonhoso, mais uma vez, o STF decidir pelo Senado", afirmou.

Mendonça foi indicado ao STF em julho, sendo a segunda indicação de Bolsonaro à Corte. Antes, em outubro do ano passado, o presidente já havia apontado Kassio Nunes Marques para a vaga do ex-ministro Celso de Mello. Mendonça já era cotado para a cadeira pelo menos desde julho de 2019, quando Bolsonaro afirmou, em um culto com a bancada evangélica na Câmara dos Deputados, que levaria ao Supremo um nome "terrivelmente evangélico".

Em meio ao impasse na CCJ (Comissão de Constituição de Justiça), onde será realizada a sabatina de André Mendonça, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou mais cedo que buscará conservar com o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da instância da Casa.

O primeiro passo é a sabatina na CCJ, formada por 27 senadores. Alcolumbre, porém, insatisfeito com a forma como o Planalto tem se relacionado politicamente com ele, tem travado a discussão, não a agendando.

Diante da demora, os senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Podemos-GO) disseram ter entrado com um mandado de segurança junto ao STF para exigir que Alcolumbre marque a sabatina de André Mendonça.

Política