PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

CPI cumpriu papel importante e caminha para fechamento, diz Humberto Costa

Colaboração para o UOL

22/09/2021 18h44

A CPI da Covid já conseguiu desvendar os erros que ocorreram durante o combate à pandemia na gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), avalia o senador Humberto Costa (PT-PE).

Em entrevista ao UOL News, o membro titular da comissão descartou a possibilidade de prorrogá-la no Senado. Instalada em abril, inicialmente a CPI da Covid seria encerrada no dia 7 de agosto, porém, em julho, foi prorrogada por mais 90 dias.

"[A CPI] já cumpriu um papel importante em desvendar o que ocorreu durante a pandemia, e cumpriu um papel político importante em mostrar ao Brasil qual é a essência do governo Bolsonaro", disse Costa.

O parlamentar criticou o que chamou de "limitações" às investigações da comissão, entre elas, os habeas corpus concedidos pelo STF (Supremo Tribunal Federal) a testemunhas horas antes de depoimentos.

"Qualquer um que vai ali consegue do STF um habeas corpus para se manter calado, para não contribuir com os interrogatórios que temos que fazer", afirmou. "E dispomos de muito menos mecanismos que os órgãos de investigação como a PF (Polícia Federal), o TCU (Tribunal de Contas da União) e o Ministério Público, portanto, a capacidade de investigação da CPI é hoje muito limitada."

Caso Prevent Senior

Para Humberto Costa, o depoimento de hoje do diretor-executivo da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, consolidou as provas sobre o envolvimento do governo federal com o chamado 'kit covid'.

"Nesse caso específico da Prevent Senior, pode ser que a gente venha a ouvir algum médico em alguma sessão secreta, mas creio que há tanto documento e tanta prova que já há elementos suficientes para elaborar parte do relatório que trata do mencionamos e utilização de medicamentos infelizes contra a covid", disse.

Política