PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Sakamoto: Moro busca polarizar com Lula, mas intenções de voto não melhoram

Do UOL, em São Paulo

27/01/2022 14h03Atualizada em 27/01/2022 14h07

Na avaliação de Leonardo Sakamoto, colunista do UOL, o ex-juiz Sergio Moro (Podemos), pré-candidato a presidente nas eleições de 2022, tentou, nos últimos dias, "polarizar" com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mas não obteve o sucesso desejado.

"Imaginava-se que ele (Moro) poderia ter mais votos, que melhoraria [nas pesquisas]. Mas a situação, para Moro, não é das melhores", avaliou Leonardo Sakamoto ao UOL News - Tarde, programa do Canal UOL.

Desde o início da semana passada, Moro já:

Pesquisa de intenção de voto para a eleição deste ano divulgada hoje pelo Ipespe mostra Lula liderando a disputa, com 44%, e sendo seguido por Bolsonaro, com 24%. Moro aparece em terceiro lugar, empatado com Ciro Gomes (PDT), ambos com 8%.

Na última pesquisa divulgada pelo Ipespe, em dezembro de 2021, Moro apresentava 9% das intenções de voto — ou seja: o ex-juiz caiu um ponto percentual, dentro da margem de erro, que é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na avaliação de Sakamoto, a estagnação de Moro deve acender um alerta na pré-candidatura do ex-ministro da Justiça do Governo Bolsonaro. "Se ele não partir com mais de 8% na largada (da campanha), é uma possibilidade ele rever a candidatura", avaliou.

Política