PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Queiroga nega que filho liberou verbas e diz que ele só 'visitou o pai'

Do UOL, em São Paulo

05/07/2022 14h56

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, negou hoje na Câmara dos Deputados que seu filho, Antônio Cristóvão Neto — conhecido como "Queiroguinha"— atue de maneira irregular dentro da pasta que comanda. O membro do governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) recebeu o convite da da Comissão do Trabalho, Administração e Serviço Pública para tratar de temas diversos, incluindo acusações de tráfico de influência e usurpação de função pública, o que é investigado pelo MPF (Ministério Público Federal).

"Qual é o problema em um filho visitar o pai no local de trabalho? Aí traz um dado de quantas visitas ele fez por mês, isso aí é piada. Todos os recursos liberados são avaliados pela equipe técnica do Ministério", falou Queiroga ao deputado Bira do Pindaré (PSB-MA).

O ministro disse que as suspeitas são "mais uma narrativa que não se sustenta" e fruto de "jornalista que não tem o que fazer", em referência à matéria do jornal O Globo que apontou para Queiroguinha ter participado de pelo menos cinco cerimônias ao lado do pai para anunciar a liberação de dinheiro público para cidades da Paraíba.

A resposta ocorreu com os ânimos exaltados tanto do ministro quanto dos parlamentares e o presidente da sessão precisou pedir respeito ao tempo de Queiroga.

Queiroguinha é estudante de medicina e pré-candidato a deputado federal na Paraíba pelo PL, partido do presidente Bolsonaro.

Ajo dentro da lei. Não há nenhum centavo de recurso público liberado sem avaliação técnica. Meu filho é filiado ao PL, estamos em uma época de pré-campanha. Igualmente os senhores têm o direito de assumir compromisso em nome da sua população e postulação. Que julgue o povo da Paraíba, em nome do governo [ele] não fala
Marcelo Queiroga sobre Queiroguinha

No mesmo dia em que Queiroga recebeu o convite da Câmara, Queiroguinha participou de um evento ao lado de Bolsonaro na Paraíba. Na inauguração dos Residenciais Canaã I e II, em João Pessoa, o presidente chegou a agradecer a presença do filho do ministro no fim de seu discurso. Em determinado momento, Queiroguinha falou ao ouvido de Bolsonaro.

O ministro Marcelo Queiroga também estava no evento, sentado à frente do filho.

Política