PUBLICIDADE
Topo

Política

Irmão de Bolsonaro é exonerado de gabinete no interior de SP

O presidente Jair Bolsonaro e o irmão Renato Bolsonaro - Reprodução/Facebook/Renato Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro e o irmão Renato Bolsonaro Imagem: Reprodução/Facebook/Renato Bolsonaro

Do UOL, em São Paulo

05/08/2022 15h06

Renato Antonio Bolsonaro foi exonerado da chefia do gabinete da Prefeitura de Miracatu, no Vale do Ribeira (SP). Renato, de 58 anos, é um dos cinco irmãos do presidente Jair Bolsonaro e ainda mora na região que abriga Eldorado, onde o atual presidente viveu a adolescência com a família.

Segundo a decisão, publicada hoje no Diário Oficial do Município, a exoneração ocorreu a pedido do prefeito de Miracatu, Vinícius Brandão de Queiróz. Ele é filiado ao mesmo partido do presidente, o PL. O UOL tenta contato com Renato e com Queiróz.

Essa semana, a revista Veja publicou uma reportagem sobre a quantidade de recursos destinados a Miracatu. Segundo a reportagem, a União repassou mais de R$ 72 milhões para reformas, obras em vias, melhora de infraestrutura e compra de máquinas para a cidade que tem cerca de 20 mil habitantes.

Outros R$ 12,6 milhões foram cedidos a Miracatu por meio de emendas do relator, chamado também de orçamento secreto.

Em janeiro, o jornal O Globo publicou que o município foi beneficiado com o empenho (reserva para gasto) de R$ 35 milhões em verbas da União.

Levantamento realizado apontou que a soma foi empenhada entre os dias 17 e 30 de dezembro de 2021 por meio dos Ministérios do Desenvolvimento Regional; Agricultura; Cidadania e Turismo. Ao menos R$ 10 milhões são oriundos de emendas de relator do orçamento secreto, conforme o Portal da Transparência.

Política