Conteúdo publicado há 3 meses

Mendonça autoriza PF a intimar deputada bolsonarista sobre post contra Lula

O ministro do STF André Mendonça autorizou que a PF intime a deputada federal Júlia Zanatta (PL-SC) sobre o post nas redes sociais em referência a Lula (PT).

O que aconteceu

PF vai intimar congressista em até 15 dias. Ela não será obrigada a comparecer, segundo a decisão.

Mendonça atendeu a um pedido da PGR (Procuradoria-Geral da República) para que a deputada explique a publicação. O ministro considerou "prudente" ouvir a parlamentar antes de instaurar oficialmente um inquérito.

Notícia-crime foi protocolada pelos deputados Alencar Santana (PT-SP) e Zeca Dirceu (PT-PR). Eles acusam Zanatta dos crimes de ameaça, incitação ao crime e apologia de crime.

Ao UOL, a deputada disse que são "tempos sombrios". "Tempos sombrios os que estamos vivendo. Uma parlamentar eleita democraticamente ter que dar depoimento na PF por uma foto e o uso de uma camiseta", escreveu.

Deputada publicou foto com arma

Em imagem postada em março deste ano, Zanatta posa segurando uma arma e vestindo uma camiseta estampada com uma mão com quatro dedos alvejada por tiros.

Na legenda, ela cita o presidente, dizendo que "com Lula no poder, deixamos um sonho de liberdade para passar para uma defesa única e exclusiva dos empregos, do pessoal que investiu no setor de armas".

À época, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, classificou a publicação como "comportamento nazista".

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes