Conteúdo publicado há 1 mês
OpiniãoPolítica

Tales: Bolsonaristas se dizem patriotas, mas apoiam estrangeiro golpista

Os bolsonaristas exaltam o patriotismo como uma de suas virtudes, mas o deixam de lado para apoiar um empresário como Elon Musk, interessado em apoiar o golpismo no Brasil e atacar o STF (Supremo Tribunal Federal), afirmou o colunista Tales Faria no UOL News desta segunda (8).

O mais curioso nessa história toda é que os bolsonaristas se dizem patriotas, mas apoiam um estrangeiro golpista em atos contra a Justiça brasileira. Nas passeatas, eles colocam bandeiras de Israel, da Argentina, dos Estados Unidos... É um patriotismo muito estranho dos bolsonaristas. São patriotas que fazem quebra-quebra no Congresso, no STF, no Palácio do Planalto.

É evidente que Elon Musk faz uma aliança de interesses com essa gente. Ele ganha dinheiro. É uma mágica da sociedade moderna, que conseguiu monetizar a mentira. Musk é um homem que enriqueceu com a mentira. Quanto mais sensacionalista e mentirosa for uma notícia, mais audiência ela tem e traz publicidade, o que enche os bolsos do Musk de dinheiro. Tales Faria, colunista do UOL

Para Tales, Musk se considera acima da Justiça de qualquer país e tenta fazer das redes sociais um ambiente no qual prevalece a lei dele próprio.

Hoje, o mundo vive em uma distopia graças a esse cidadão, que diz ser a lei. Ele não cumpre a lei de país nenhum. Não é que ele queira que a internet seja uma terra sem lei; ele é a lei da internet. Musk e os donos das redes sociais passam a ser a lei na visão dessa gente. Tales Faria, colunista do UOL

Elon Musk atacou soberania nacional, diz relator do PL das Fake News

Ao acusar Alexandre de Moraes de praticar censura por suspender determinadas contas do X (antigo Twitter), Elon Musk atacou a soberania nacional, afirmou o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), relator do PL das Fake News.

Trataria o ataque de Musk no plano institucional. A crítica que ele fez foi, sobretudo, ao STF e suas posições, que têm sustentado todas as decisões do inquérito. É, no limite, um ataque à soberania do Brasil. O que não é respeitável é um bilionário estrangeiro querer ditar regras e o funcionamento de instituições no Brasil. Atacar abertamente um ministro ou a Corte é igualmente grave. Orlando Silva, deputado federal (PCdoB-SP)

Continua após a publicidade

Maierovitch: Moraes se precipita, faz estardalhaço com Musk e prejudica STF

Alexandre de Moraes se precipita e compromete a imagem do STF (Supremo Tribunal Federal) ao rebatar os ataques promovidos pelo dono do X (antigo Twitter) Elon Musk, disse o jurista e colunista do UOL Wálter Maierovitch.

Moraes se precipita, toma o lugar do Ministério Público e repete o episódio do aeroporto de Roma. Faz esse estardalhaço, que não é função dele. Se ele é atacado, há no Estado Democrático de Direito quem vai cuidar disso e promover medidas. O que Moraes faz? Arruma uma briga e monta um ringue que prejudica a imagem do Supremo. O estamento do Musk é embaixo; Moraes o chama para cima, no nível do Supremo. Wálter Maierovitch, colunista do UOL

O UOL News vai ao ar de segunda a sexta-feira em duas edições: às 10h com apresentação de Fabíola Cidral e às 17h com Diego Sarza. O programa é sempre ao vivo.

Quando: De segunda a sexta, às 10h e 17h.

Continua após a publicidade

Onde assistir: Ao vivo na home UOL, UOL no YouTube e Facebook do UOL.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes