Carlos Madeiro

Carlos Madeiro

Siga nas redes
Reportagem

Após reatar com governo, ciência espera Lula em evento e pede centrão longe

Começa hoje em Curitiba a reunião anual da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), encontro que reúne as principais entidades e nomes da pesquisa e conhecimento do país. Eles esperam a presença do presidente Lula, assim como ocorreu na pré-campanha de 2022.

O aspecto político do evento

Lula está sendo cobrado por pesquisadores a não ceder ao centrão. O presidente reatou a relação do governo federal com líderes da pesquisa e tecnologia nacionais, após anos conturbados durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

O receio é que ministérios e órgãos de ciência sejam usados pelo governo como moeda de troca com partidos. Lula já afirmou mais de uma vez que Nísia Trindade segue à frente da Saúde e elogiou o trabalho da ministra. Entretanto, há uma preocupação em relação ao MCTI (Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação). Uma nota foi publicada na quarta-feira (19), cobrando que Lula não ceda a pasta.

Preocupação com a "gula do centrão por ministérios". Foi essa a expressão usada pelo presidente da SBPC, Renato Janine Ribeiro, que foi ministro da Educação no governo de Dilma Rousseff, em 2015.

É muito complicado porque sabemos que o governo não tem maioria no Congresso, e há uma voracidade do chamado centrão para pegar vantagens. Mas, ao mesmo tempo, temos de lutar para proteger certas áreas, que deveriam ser inegociáveis.
Renato Janine Ribeiro, presidente da SBPC e ex-ministro de Dilma

Lula foi convidado, mas ainda não sinalizou se comparecerá ao evento. É certo que o petista não estará na abertura hoje, mas a reunião anual da SBPC ocorre até sexta-feira. A coluna procurou a assessoria de Lula, que não retornou sobre uma possível ida ao encontro.

Já confirmaram presença no evento ao menos três ministros: o da Educação, Camilo Santana; a da Saúde, Nísia Trindade, e a da Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos. Além deles, os presidentes de órgãos de fomento e apoio às áreas do conhecimento.

Lula foi muito aplaudido ao prometer o "resgate da ciência". No ano passado, o petista foi à SBPC como pré-candidato à Presidência e afirmou que participaria da reunião de 2023, se eleito. Ainda em 2022, Ciro Gomes também participou como convidado, enquanto Bolsonaro recusou o convite.

Continua após a publicidade

A relação com o governo federal

Os laços com o governo federal estão sendo refeitos, após quatro anos de afastamento. "Historicamente" a boa relação sempre existiu, disse Janine Ribeiro

A ExpoT&C — atividade que faz 30 anos nessa edição — volta a ter o MCTI em sua composição. Desde 2019 pasta não participava da mostra.

"Ciência e democracia para um Brasil justo e desenvolvido" é o tema do evento. A expectativa é que mais de 20 mil pessoas passem pelo campus Centro Politécnico da UFPR (Universidade Federal do Paraná) nesta semana.

Momento atual da ciência é bem melhor que o passado recente com Bolsonaro, declarou o presidente da SBPC, que é aliado de Lula.

Esse governo representa pelo menos o fim da situação tenebrosa pela qual passamos, em que havia ameaças muito pesadas sobre todo ambiente da ciência e sobre os valores que a gente preza.
Renato Janine Ribeiro

Continua após a publicidade
Renato Janine Ribeiro durante abertura da reunião da SBPC de 2022, na UnB
Renato Janine Ribeiro durante abertura da reunião da SBPC de 2022, na UnB Imagem: Jardel Rodrigues/SBPC

Cobranças do setor ao governo Lula

Uma delas é pelo reajuste das bolsas de pesquisa no percentual adequado, após 10 anos sem aumento. "Lula aumentou em 40%, mas defendemos 60%. Seria a reposição do poder de compra", afirma Janine. Ele cita outras medidas benéficas, como a recomposição da verba do FNDCT (Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Também criticamos algumas coisas, como a demora para indicar certos cargos. E quando a Finep [Financiadora de Estudos e Projetos] aprovou para uma empresa de armas de fogo [Taurus] a captação de R$ 180 milhões para pesquisa e desenvolvimento. Nossa posição sempre foi de diálogo, de propormos alternativas quando discordamos de algo.
Renato Janine Ribeiro

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes