Dilma Pena diz que rodízio teria feito água acabar antes, mas não explica

Do UOL, em São Paulo

  • Nelson Antoine/ Frame/ Estadão Conteúdo

    Dilma Pena, presidente da Sabesp

    Dilma Pena, presidente da Sabesp

A presidente da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Dilma Pena, disse na manhã desta quarta-feira (15) que se um racionamento tivesse sido implantado no começo deste ano a água do sistema Cantareira já teria acabado.

"Se nós tivéssemos implantado em fevereiro um racionamento de dois dias com água e um dia inteiro sem, a água teria acabado em meados de agosto", declarou ela, que presta depoimento pela segunda vez na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara Municipal que investiga queixas de falta de água na capital paulista.

"Nós temos segurança que a estratégia que estamos adotando é muito mais eficiente, embora muito mais difícil de explicar", falou, sem realmente explicar como isto seria melhor que não adotar racionamento nenhum.

Dilma Pena citou medidas tomadas pela companhia, como a transferência de água dos sistemas Guarapiranga, Alto Tietê e Rio Grande para abastecer moradores que antes recebiam água do Cantareira e a concessão de desconto de 30% para quem reduz o consumo em 20%.

Reservatórios de água na Grande SP

Arte/UOL

Confira entre quais reservatórios se divide o abastecimento de água na Grande São Paulo

Raio-x dos sistemas

Segundo ela, se o racionamento tivesse sido adotado, a empresa não poderia chamar a população para aderir ao bônus, porque "ela fica horas sem água". "Nós deixaríamos a população numa situação muito complicada como vimos em outras cidades do Estado", disse.

Questionada pelos vereadores da CPI por que a água do Cantareira já teria acabado se houvesse racionamento, ela respondeu: "Porque se economizaria menos água do sistema Cantareira", sem entrar em detalhes.

Os vereadores argumentaram que haveria mais água no conjunto geral dos sistemas. Ela não se manifestou sobre o comentário.

O sistema Cantareira é responsável pelo abastecimento de 6,5 milhões de pessoas na Grande São Paulo. Nesta quarta-feira, o nível do sistema caiu para 4,3%, o menos de sua história.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos