PUBLICIDADE
Topo

Neve rosa aumenta preocupação de cientistas para temperaturas nos Alpes

Do UOL, em São Paulo

06/07/2020 21h18

O tom rosado da neve em determinadas regiões do Alpes tem gerado preocupação em pesquisadores, especialmente a respeito das temperaturas locais.

De acordo com serviço de notícias Science X, registros feitos a cerca de 50 km da cidade italiana de Trento mostram um fenômeno semelhante ao registrado em outras regiões, como Suíça e Groenlândia. Cientistas acreditam se tratar da presença de uma alga chamada Ancylonema nordenskioeldii.

Para Biagio di Mauro, representante do Conselho Nacional de Pesquisa da Itália, a coloração da neve seria um sinal da aceleração do aquecimento global.

"A alga não é perigosa — é um fenômeno que ocorre durante a primavera e o verão em latitudes intermediárias, mas também nos pólos", disse Di Mauro, que estudou o fenômeno na Suíça.

Embora a alga em si não ofereça risco, ela indica uma mudança. Em geral, o gelo reflete 80% da radiação do sol de volta para a atmosfera; no entanto, com a alga, o gelo escurece e absorve mais calor, derretendo mais rapidamente.

"Tudo que escurece a neve causa o derretimento, porque acelera a absorção da radiação", diz Di Mauro. "Estamos tentando quantificar o efeito de outros fenômenos além do humano no aquecimento global", completou.

Meio Ambiente