PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
1 mês

BA: Incêndio de quase uma semana em reserva indígena atinge Mata Atlântica

Equipes informam que chamas não se aproximaram de moradores indígenas - Corpo de Bombeiros da Bahia/Divulgação
Equipes informam que chamas não se aproximaram de moradores indígenas Imagem: Corpo de Bombeiros da Bahia/Divulgação

Mattheus Miranda

Colaboração para o UOL, em Salvador

12/03/2021 20h12

Um incêndio de grandes proporções atinge a reserva indígena da Aldeia Velha, em Arraial d'Ajuda, distrito do município de Porto Seguro, localizado no sul da Bahia. O fogo, que se alastra pela região desde a última quinta-feira (4), já atingiu uma floresta característica da Mata Atlântica.

Quarenta e oito militares, entre bombeiros e policiais, combatem as chamas. As equipes utilizam viaturas auto incêndio florestal (AIF), carros-pipa, um helicóptero e uma motobomba d'água Mini Striker, aparelho que leva água de lagos e rios para a região.

Em contato com o UOL, o Coronel Miguel Filho, comandante de Operações Bombeiro Militares do Interior, informou que hoje o combate foi realizado na Mata Atlântica. "O fogo começou numa área de restinga e depois adentrou a floresta. Hoje estamos trabalhando dentro da Mata. Vários animais estão correndo para se afastar do fogo", disse.

O fogo, que já atinge 200 hectares de uma área total de 2,1 mil, também é debelado pelos bombeiros com abafadores, enxadas e mochilas costais.

"Ao final do expediente avaliamos o incêndio, como foi o combate, se foi efetivo ou não, corrigimos o processo e montamos a estratégia para o dia seguinte", acrescentou o coronel.

Ainda de acordo com o Corpo de Bombeiros da Bahia, os indígenas estão dando um suporte no combate ao incêndio. "Eles auxiliam na parte da logística. Eles nos ajudam com alimentos e na reposição de água", disse o Coronel.

À reportagem, a Sema (Secretaria do Meio Ambiente) informou que, no local, moram cerca de 350 famílias indígenas. As casas ficam longe da área atingida pelo fogo.

Apoiam a operação equipes da Sema, do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) e ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), além do Prevfogo (Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais), da Funai (Fundação Nacional do Índio) e da Prefeitura Municipal de Porto Seguro.

Meio Ambiente