PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Conteúdo publicado há
15 dias

Salles não entrega celular à PF mesmo com decisão do STF, diz TV

Advogado de Ricardo Salles diz que celular de ministro não foi solicitado - Lula Marques
Advogado de Ricardo Salles diz que celular de ministro não foi solicitado Imagem: Lula Marques

Do UOL, em São Paulo*

24/05/2021 20h59

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não entregou hoje seu celular para investigação da Polícia Federal, apesar de o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes ter autorizado a apreensão do dispositivo. Segundo a Globo News, Salles disse que não estava com o aparelho quando foi abordado pela PF.

De acordo com o apurado pela emissora de TV, a Polícia Federal não tinha certeza do endereço de Ricardo Salles em Brasília e, por isso, aguardou sua chegada ao ministério. Quando foi abordado pelos policiais, ele teria afirmado que não estava com o aparelho em mãos.

Alexandre de Moraes autorizou a apreensão no âmbito da Operação Akuanduba, que investiga a exportação ilegal de madeira. A medida era válida para todos os investigados, mas não especificava quais aparelhos deveriam ser apreendidos.

O advogado do ministro, Fernando Augusto Fernandes, negou que tenha havido um pedido de entrega de celular: "Durante a operação realizada não houve nenhum pedido ao ministro de entrega do seu celular".

"O ministro ao tomar conhecimento da operação se dirigiu do ministério à Polícia Federal para acessar a investigação e prestar esclarecimentos", disse Fernandes, relembrando a ação da PF da última quarta-feira (19).

Ele afirmou ainda que até o momento os advogados não tiveram acesso ao processo. "Assim que houver acesso a defesa irá direcionar todos os esclarecimentos e demonstrar a inexistência dos fatos que constaram no pedido de busca".

* Colaborou Rafael Neves, do UOL, em Brasília.

Meio Ambiente