PUBLICIDADE
Topo

Política

Babá toma posse no lugar de Marielle Franco na Câmara de Vereadores do Rio

Babá, suplente de Marielle Franco na Câmara Municipal do Rio de Janeiro - Divulgação/Facebook Babá
Babá, suplente de Marielle Franco na Câmara Municipal do Rio de Janeiro Imagem: Divulgação/Facebook Babá

Paula Bianchi

Do UOL, no Rio

26/03/2018 19h33Atualizada em 26/03/2018 19h39

Suplente da vereadora Marielle  Franco (PSOL), assassinada a tiros no último dia 14, o vereador João Batista Oliveira de Araújo, o Babá (PSOL), tomou posse nesta segunda-feira (26). A pedido de Babá, não houve cerimônia.

De acordo com funcionários da Casa, Babá está muito abalado e comentou que não há clima para cerimônias. Ele estaria, inclusive, relutando em ocupar o gabinete que pertenceu a Marielle.

Os funcionários do gabinete terminaram de esvaziar o espaço na manhã desta segunda. Babá se comprometeu a manter metade da equipe da vereadora. A outra metade será redistribuída pelos mandatos do PSOL no Estado.

A ideia é que os projetos que estavam sendo tocados por Marielle continuem em andamento --de acordo com fontes ouvidas pela reportagem, eles seriam apresentados na Câmara de Vereadores pelo vereador Tarcísio Motta (PSOL) em nome da parlamentar, como uma forma de manter o mandato dela vivo.

Em entrevista ao UOL na semana passada, Babá disse que a prioridade é acompanhar os desdobramentos da investigação do crime --que também vitimou o motorista Anderson Pedro Gomes-- e questionar a intervenção federal na segurança do Estado.

"Jamais esperava essa barbaridade. Sou suplente, vou ter que assumir na realidade. Mas agora estou preocupado com a investigação para pegar os assassinos e também demonstrar que essa intervenção não resolve a situação", afirmou o político de 64 anos.

Babá é um velho conhecido da política nacional. Pelo PT, foi vereador em Belém (sua cidade natal), deputado estadual no Pará entre 1991 e 1998, e ocupou uma cadeira na Câmara dos Deputados pelo Pará de 1999 a 2006.

Expulso do PT em 2003 por críticas ao governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, veio para o Rio para ser um dos fundadores do PSOL. Na eleição de 2016 para vereador, Babá recebeu 6.661 votos.

Política