Com champanhe e gritos de "Uh, tá foragido", manifestantes celebram em SP e Curitiba

Bernardo Barbosa e Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo e em Curitiba

Quando o relógio se aproximava das 17h, horário definido pelo juiz Sergio Moro para Lula se entregar à Polícia Federal, um grupo de cerca de dez manifestantes reunido em frente à sede da PF em São Paulo começou a fazer contagem regressiva, como se fosse uma virada de ano. E, tal qual o Ano-Novo, estouraram uma garrafa de champanhe quando deu a hora "H". Na celebração, gritaram "É fugitivo", como se fossem uma torcida gritando "É campeão". O grupo passou a tarde dizendo palavras de ordem pela prisão de Lula e convocando motoristas a buzinar em apoio ao protesto.

Em Curitiba, quando o relógio marcou 17h, manifestantes contrários ao petista que estão na frente da Superintendência da PF em Curitiba começaram a chamar o petista de "covarde" e a exaltar o juiz Sergio Moro, junto com uma sinfonia de cornetas. "Uh, tá foragido", chegaram a gritar. Na verdade, segundo a PF, ele só é considerado foragido se tentar fugir. No momento, ele é tratado como procurado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos