PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro celebra Planalto "completamente militarizado" com novo ministro

Do UOL, em São Paulo

13/02/2020 19h10

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou brevemente, em transmissão ao vivo no Facebook, sobre as trocas de ministros anunciadas hoje. Bolsonaro celebrou o fato de Walter Souza Braga Netto, que assumirá a Casa Civil no lugar de Onyx Lorenzoni, ser um general do Exército.

"Trocamos hoje dois ministros, né? Ficou completamente militarizado o meu terceiro andar. São quatro generais ministros agora", disse o presidente, possivelmente fazendo referência a Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência da República), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Otávio Rêgo Barros (porta-voz da Presidência da República).

Os quatro dividem o Palácio do Planalto com Bolsonaro, mas seus respectivos gabinetes ficam no quarto andar, e não no terceiro, como dito pelo presidente. Jorge Oliveira também não é general, e sim major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal, e Rêgo Barros não é ministro.

Depois de exaltar os militares, Bolsonaro afirmou não ter nada contra os civis que integram seu governo. "Temos civis excepcionais. Sergio Moro [Justiça], por exemplo. O Tarcísio [Gomes de Freitas, Infraestrutura]. É civil ou militar? Ah, é militar...", lembrou, em meio a risos.

O presidente ainda fez menção a André Mendonça, da Advocacia-Geral da União, e Ricardo Salles, do Meio Ambiente. "Salles também é muito bom, dadas as críticas. [Mas] Se o Che Guevara te elogia, eu não gosto de você", argumentou.

Ao final, Bolsonaro avaliou que os ministros estão "indo bem" e defendeu que o combate à corrupção começa na escolha de nomes para o governo. O presidente voltou a dizer que não houve "nenhuma denúncia" contra sua gestão.

Troca de ministros

Mais cedo, o presidente anunciou que Osmar Terra deixará o Ministério da Cidadania e será substituído por Onyx Lorenzoni. A Casa Civil, até então comandada por Onyx, passará ao general do Exército Walter Souza Braga Netto.

A cerimônia de transmissão dos cargos acontece na próxima terça-feira (18), às 15h, no Palácio do Planalto.

Política