PUBLICIDADE
Topo

Kicis e E. Bolsonaro entram com representação criminal na PGR contra Frota

Alguns dos ex-aliados hoje criticam abertamente Bolsonaro, como o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) - ANTONIO CRUZ/ AGÊNCIA BRASIL
Alguns dos ex-aliados hoje criticam abertamente Bolsonaro, como o deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) Imagem: ANTONIO CRUZ/ AGÊNCIA BRASIL

Do UOL, em São Paulo

02/06/2020 21h15

A deputada Bia Kicis declarou hoje no Twitter que entrou, ao lado de mais 13 deputados bolsonaristas, com representação criminal na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o também deputado Alexandre Frota (PSBD).

A lista ainda inclui nomes como Eduardo Bolsonaro, Carla Zambelli, Carlos Jordy, Luiz Lima e Filipe Barros.

Kicis acusa Frota de ter participação das manifestações, segundo ela "criminosas", que foram contrárias ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no último domingo (31).

"Eu e outros 14 deputados na lista abaixo demos entrada em representação criminal na PGR contra Alexandre Frota por sua participação nos eventos criminosos dos antifas domingo", escreveu a deputada.

Frota, ex-aliado do presidente, se mostrou favorável aos protestos no final de semana.

"Gaviões e patriotas anti Bolsonaristas agora na Paulista colocam a Trupe do Amarelo Radical para correr. O Próximo é passar no acampamento 171 dos 300 [em Brasília]. So os Gaviões para dar um jeito na porra toda", escreveu o deputado no Twitter na ocasião.

Ontem, logo cedo, apoiadores de Bolsonaro subiram a hashtag "Frota na Cadeia" usando como base principalmente o tweet do deputado.

Política