PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
1 mês

Covid: Em 24 h, Brasil registra mais mortes que 112 países em toda pandemia

Cemitério Parque Taruma em Manaus, primeiro estado brasileiro a enfrentar colapso no sistema de saúde - Bruno Kelly/Reuters
Cemitério Parque Taruma em Manaus, primeiro estado brasileiro a enfrentar colapso no sistema de saúde
Imagem: Bruno Kelly/Reuters

Do UOL, em São Paulo

02/03/2021 23h55

Em um único dia, o Brasil somou mais mortes em decorrência da covid-19 do que outros 112 países registraram em toda a pandemia, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, referência global no monitoramento do coronavírus. Na lista constam países populosos como Coreia do Sul e Malásia, além de nações com grandes extensões territoriais e com políticas bem-sucedidas no combate à pandemia, como Austrália.

O Brasil registrou o total de 1.726 mortes por covid-19 somente nas últimas 24 horas, número mais alto desde março, quando a pandemia foi declarada oficialmente pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O levantamento é do consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, com base nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Esse número é maior do que as 1.646 mortes contabilizadas pela Coreia do Sul, que tem cerca de 51 milhões de habitantes, em cerca de doze meses. É maior ainda do que o da Malásia, que tem aproximadamente 32 milhões de habitantes, e soma 1.100 mortes desde o primeiro óbito causado pelo coronavírus no país.

Entre países de grandes dimensões territoriais, a Austrália aparece com números que refletem um controle bem-sucedido da pandemia, com 909 mortes. A nação da Oceania, porém, tem cerca de 25 milhões de habitantes, bem abaixo dos 212 milhões da população brasileira.

Recorde atrás de recorde

Uma semana após atingir 250 mil mortes, o Brasil registrou hoje o maior número de óbitos desde o início da pandemia e a maior média móvel de mortes. Foram 1.726 mortes nas últimas 24 horas.

Pelo quarto dia consecutivo, o país apresentou a maior média móvel de mortes desde o início da pandemia no Brasil: 1.274. Desde ontem, o país voltou a ter tendência de aceleração na comparação com 14 dias atrás. Hoje a alta foi de 23%.

Até agora, 7,1 milhões de brasileiros foram vacinados contra a covid-19 —o correspondente a 3,36% da população nacional. Nas últimas 24 horas, 335.551 pessoas receberam a primeira dose da vacina. Já a segunda dose foi aplicada em 154.029 brasileiros de ontem para hoje.

No total, 2.166.982 pessoas receberam as duas doses de vacina, conforme recomendado pelos laboratórios que produzem a CoronaVac e a Oxford/AstraZeneca.

Coronavírus