Topo

Fome e sede ameaçam sobreviventes de tufão nas Filipinas

11/11/2013 07h07

O cenário em Tacloban é de devastação. Na rua principal da cidade, de cerca 280 mil habitantes antes da tragédia, dezenas de corpos se decompõe a céu aberto.


Três dias após a passagem do tufão Haiyan, ainda não foram enterrados.

Até 10 mil pessoas podem ter morrido apenas em Tacloban, além de centenas em outros lugares.

Em meio aos escombros do aeroporto da cidade, foi montado um hospital improvisado.

Muitos dos pacientes são tratados sem anestesia.

As pessoas que esperam no local estão desesperadas para deixar a região, em qualquer avião que possam encontrar.

Centenas de pessoas esperam no aeroporto por qualquer ajuda que possa chegar.

 

 

Internacional