PUBLICIDADE
Topo

Meio Ambiente

Chile enviará 4 aviões-tanque para combater incêndios no Brasil

28.ago.2019 - Os presidentes do Brasil e do Chile, Jair Bolsonaro e Sebastián Piñera - Reprodução/Facebook/Jair Bolsonaro
28.ago.2019 - Os presidentes do Brasil e do Chile, Jair Bolsonaro e Sebastián Piñera Imagem: Reprodução/Facebook/Jair Bolsonaro

Em Santiago do Chile

30/08/2019 18h53

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, confirmou hoje que serão enviados quatro aviões-tanque da frota do país para o Brasil, como parte da ajuda no combate aos incêndios na Amazônia.

O chefe de Estado concedeu a primeira entrevista coletiva em Santiago, após retornar da Cúpula do G7, e das visitas ao presidente paraguaio, Mario Abdo Benítez, e ao brasileiro Jair Bolsonaro.

"O Chile já está colaborando com o Paraguai, com um Air Truck 8, capaz de carregar 3 mil litros por voo. Em breve, enviaremos quatro aviões semelhantes ao Brasil", garantiu Piñera.

A aeronave que atua em solo paraguaio, para combater incêndios no Pantanal do país. A área que será coberta é próxima a Bolívia e o Mato Grosso do Sul, na região Centro-Oeste do Brasil.

Com relação as queimadas registradas em solo boliviano, Piñera revelou também ter feito contato com o presidente, Evo Morales, para oferecer ajuda.

O líder chileno ainda explicou a origem dos recursos para dar apoio aos países sul-americanos que estão sofrendo crise ambiental por causa do fogo.

"Tudo isso, iremos fazer com o financiamento dos países do G7. E quero dizer de forma muito clara, sem descuidar das nossas próprias necessidades em matéria de combate a incêndios florestais", disse.

Os fundos disponibilizados para o combate aos incêndios pelos países do grupo formado por Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, chegam a 20 milhões de euros (R$ 90,9 milhões).

Meio Ambiente