Topo

CarnaUOL

Recife e Olinda


Prefeito apaixonado faz servidores irem a show de noiva: "Iam me vaiar"

Reprodução/TV Globo
Meira e Tatiana, no bloco Canário Elétrico Imagem: Reprodução/TV Globo

Mateus Araújo

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-02-18T19:30:17

18/02/2019 19h30

Sucesso em 2006 com o hit "Pirikita", do DJ Maluco, e ex-integrante do Bonde do Forró, a cantora Tatiana Dantas está no centro da polêmica envolvendo o prefeito de Camaragibe (PE), Demóstenes Meira (PTB), acusado de obrigar servidores com cargo comissionado a assistirem ao show dela em bloco do pré-Carnaval da cidade. Tatiana, agora com nome artístico Taty Dantas, e Meira são noivos.

A confusão veio à tona hoje, após vazamento de um áudio divulgado em rede social. Na mensagem gravada, Demóstenes Meira diz que vai "fazer um cordão de isolamento ao redor do trio só para ficarem os cargos comissionados" e ameaçou de "contar quantos cargos comissionados foram até o evento". "Minha noiva vai cantar, a minha futura esposa, Taty Dantas. Depois que ela cantar as músicas dela, está todo o mundo liberado".

O show foi realizado no bloco Canário Elétrico, do secretário de Educação Denivaldo Freire, com apoio da Prefeitura de Camaragibe. 

O Ministério Público de Pernambuco divulgou nota dizendo que vai investigar Demóstenes Meira por possível crime de peculato, "que é o uso indevido de recursos públicos para patrocinar fins privados e pessoais", e prática de improbidade administrativa. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Pernambuco também divulgou nota reforçando ao MPPE o pedido de investigação.

Em entrevista ao UOL, o prefeito confirmou a gravação do áudio, mas disse não ver nada demais nas palavras. "Apenas convoquei meus amigos, que vêm de uma luta de 25 anos de política. O áudio não saiu completo. Era abertura do Carnaval da cidade. Era mais do que justo que todo os cargos comissionados estivessem presentes. Não tem nenhuma fala dizendo 'ou vai ou será demitido'. A minha voz é forte, até parece que estou impondo. Estou muito tranquilo para responder a qualquer tribunal." 

Segundo Meira, ele convocou os servidores para fazerem coro contra possíveis vaias que receberia de "inimigos políticos". "Tem grupo do ex-prefeito e da vice-prefeita que rompeu comigo que se juntaram para destruir minha imagem. Iam me vaiar [durante o evento]. O que eu fiz: convidei cargo comissionado para a gente contrapor os inimigos políticos. Se tenho amigo, vou chamar", conta. O áudio foi enviado em um grupo fechado de comissionados e, em seguida, vazou para as redes sociais. "Tem um traidor aí, e a gente vai descobrir."

O prefeito ainda disse que não gastou "nenhum centavo" da prefeitura com patrocínio ao bloco. "O que dei foi apoio que a prefeitura dá sempre, todo ano: ambulância, Guarda Municipal dando apoio à PM, fiscalizando drogas e armas de fogo."

Relacionamento 

Tatiana Dantas e Demóstenes Meira se conheceram no ano passado, em São Paulo. "O destino nos aproximou, e eu me apaixonei por ela", lembra o prefeito.

O encontro foi por acaso, segundo o produtor musical Gilmar Nascimento, que ajudou a cantora no início da carreira solo dela. "Ele [Meira] pegou um Uber e quem estava dirigindo era um primo dela [Tatiana], ouvindo o disco novo dela. Ele perguntou 'Quem é essa cantora?'. Aí o que esse cara fez: marcou um encontro com ela num shopping de São Paulo, para se conhecerem.

No final de semana, pagou passagem para ela, primo, filha e mais cinco pessoas passarem o fim de semana lá em Pernambuco", conta Nascimento. "E aí ela não voltou mais. E não deu mais satisfação para mim."

O produtor só voltou a ter notícias de Tatiana Meira agora, com a polêmica em Camaragibe. "Passou na televisão e tudo", comenta ele, que começou a trabalhar com a cantora pouco antes do Carnaval de 2018.

"Ela morava em Vila Velha, no Espírito Santo, era casada com médico. Foram casados por seis anos. Aí, eles se separaram, e ela veio para São Paulo. Me procurou para ajudar, estava vendendo um ar-condicionado para fazer uma música. Eu disse: 'Não tenho dinheiro, mas vou ajudar você a gravar'. Gravamos, lancei, e a música tocou em 230 rádio no Brasil", lembra Gilmar Nascimento, referindo-se à canção "Agora Vai", lançada em maio do ano passado. 

"Fiquei muito chateado [com o sumiço dela]. Quem pagava academia e aluguel dela, era eu. Não me pagou nada, e tudo ela escondeu de mim", desabafa. "Um dia desses, o prefeito [Demóstenes Meira] me ligou: 'Aqui é o advogado da Taty. Eu queria ver com você, queria pagar tudo que ela deve. Ela vai ser minha mulher'. Marcamos em São Paulo, e ele disse que ia pagar centavo por centavo, mas não me atende mais."

Reprodução/Facebook/Prefeitura de Camaragibe
Tatiana Dantas e o prefeito Demóstenes Meira, na posse dela como secretária de Assistência Social de Camaragibe Imagem: Reprodução/Facebook/Prefeitura de Camaragibe

O casal, no entanto, nega a relação profissional com Gilmar Nascimento. "Ele não é meu ex-empresário. É um amigo que, quando eu estava em São Paulo, me ajudou em coisas particulares. Não tenho vínculo nenhum, não fiz contrato nem nada. Tudo que ele fez de espontânea vontade", frisa a cantora. Já sobre a acusação de "sumiço", ela replica: "Não tenho ciência disso". 

Para Tatiana, o imbróglio envolvendo ela e o noivo é uma interpretação errada da mensagem enviada pelo prefeito. E, apesar da confusão, no entanto, ela está satisfeita com o show.

"Foi maravilhoso. Foi muito importante para minha carreira, já que agora eu faço parte de Camaragibe", diz a cantora. "Fiz o show totalmente de graça, não cobrei nada. Fiz para divulgar meu nome no Nordeste, já que agora estou lançando carreira solo."

Juntos há 7 meses, ela e Demóstenes Meira vão se casar em junho. Nomeada na última terça-feira secretária de Assistência Social de Camaragibe, Tatiana Dantas afirma que quer "junto com ele dar o melhor para a cidade".

"Estou fazendo todo levantamento sobre todas as coisas que fazem parte da secretaria. Quero muito me dedicar. E esse é um posto ocupado por toda primeira-dama no país, então ele me fez o convite e aceitei. Venho de família muito pobre e sei o que essa secretaria tem a oferecer. Estou de coração e braços abertos." 

A carreira artística, porém, seguirá em paralelo à vida política. "Agora mesmo ganhei da Globo [Recife] 50 chamadas, durante o Carnaval e o São João", acrescenta o prefeito, referindo-se a miniclipes de Tatiana que, segundo ele, serão exibidos durante a programação da emissora. "A Globo viu que ela é artista e que canta bem."

Mais Recife e Olinda