Topo

CarnaUOL

Recife e Olinda


Moradores transformam apartamentos em camarotes do Galo da Madrugada

O casal Paulo e Tereza criou um camarote improvisado - Alcione Ferreira/UOL
O casal Paulo e Tereza criou um camarote improvisado Imagem: Alcione Ferreira/UOL

Mateus Araújo

Colaboração para o UOL, no Recife

02/03/2019 09h49

Na casa do assistente parlamentar Paulo César Melo, 57 anos, a preparação para o Carnaval e o Galo da Madrugada, em Recife, começa dois dias antes do desfile. Na quinta-feira, ele e a esposa Teresa Cavalcanti, 62, se dedicam a fazer a feijoada que vai alimentar as visitas. É que o apartamento onde eles moram fica de frente à concentração do bloco e, inevitavelmente, se transforma em um camarote da família e amigos.

"Moro aqui há 15 anos, e todo ano a gente recebe as pessoas para verem o Galo daqui", explica Melo. "Essa região aqui da concentração é a melhor. É mais familiar, mais seguro. Começa cedo e acaba cedo, umas 14h30", completa, se referindo à região em torno do Forte das Cinco Pontas, no Bairro de São José, região central, de onde sai o desfile do bloco.

''Vamos entrar logo para rachar'', diz presidente do Galo da Madrugada

TV Jornal

Na casa deles, cada convidado contribui com um valor que pode. E além da feijoada e cerveja, o casal prepara uma mesa especial repleta de frutas.

O prédio todo onde Paulo César Melo mora vira esse camarote improvisado. Cada vizinho criar sua festa particular e convida amigos e parentes. É o caso também da casa da servidora pública Tereza Matos, 50 anos, que mora no segundo andar.

"Eu vim de Brasília para passar o Carnaval no Recife e curtir o Galo aqui na casa dela", conta a engenheira Manuela Souza, 42 anos, prima de Teresa Melo.

Nesse apartamento, a escolha do tema é "democrática", frisa a professora Maria de Fátima, 45 anos. "A gente tem um grupo de WhatsApp e discute lá o tema. Faz 14 anos que fazemos essa festa", conta. Neste sábado, a decoração remete aos cabarés. Cada convidado parava em média R$ 100, incluindo no "serviço" bebidas e até bufê com crepes.

Recife e Olinda