Bombeiros encontram 2º corpo em local de desabamento e buscam outras 6 vítimas

Luís Adorno

Do UOL, em São Paulo

O Corpo de Bombeiros encontrou, por volta das 6h30 desta terça-feira (8), o segundo corpo sob os escombros do edifício Wilton Paes de Almeida, no centro de São Paulo, que desabou após um incêndio uma semana atrás. Trata-se, possivelmente, de uma criança.

Também na madrugada de terça-feira, os bombeiros aumentaram o número de possíveis vítimas de sete para oito. Entre elas estão dois irmãos gêmeos, de 8 anos. O Corpo de Bombeiros não confirma se o corpo encontrado na manhã de hoje é de um dos irmãos.

"Encontramos uma vítima de pequeno porte, podendo ser de uma criança. As equipes estão agora intensificando as buscas no local porque há indícios de que outras vítimas possam ser encontradas na mesma região. Infelizmente, há sinais de carbonização no corpo", afirmou o capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos bombeiros.

O corpo da criança foi localizado na manhã de hoje depois de o Corpo de Bombeiros ter encontrado peças de roupas e itens de crianças em uma área, com a ajuda de um cão farejador. Desde então, os trabalhos passaram a ser manuais, com a esperança de ainda encontrar uma vida, embora essa possibilidade seja remota.

O primeiro corpo localizado foi identificado como sendo de Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro, 38, flagrado caindo junto ao prédio prestes a ser resgatado.

As possíveis vítimas são:

  1. Ricardo Oliveira Galvão (38 anos), já localizado
  2. Selma Almeida da Silva (48 anos), mãe dos gêmeos
  3. Wender, filho de Selma (8 anos)
  4. Welder, filho de Selma (8 anos)
  5. Eva Barbosa da Silveira (42 anos)
  6. Valmir Souza Santos (47 anos)
  7. Artur Hector de Paula (45 anos)
  8. Francisco Lemos Dantas (56 anos)

Segundo a Polícia Civil, a versão que "prevalece" é a de que ocorreu um curto-circuito no quinto andar do edifício. "Temos as versões das testemunhas, que precisam ser confirmadas ou desmontadas, já que não há prova técnica. Estamos fazendo isso", disse o delegado seccional do centro, Marco Antônio de Paula Santos.

Pedro Lucas de Sampaio Vianna Ribeiro, 32, que morava no local onde o incêndio começou, está na UTI (unidade de terapia intensiva) da Santa Casa de São Paulo. Segundo o hospital, o estado de saúde dele é "estável, porém ainda grave". A filha mais velha dele, Maria Cecilia, está no Hospital das Clínicas, também em estado grave.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos