Topo

Avião da Malaysia Airlines com 298 pessoas cai na Ucrânia

Do UOL, em São Paulo

17/07/2014 12h29Atualizada em 17/07/2014 21h22

Um avião de passageiros da Malaysia Airlines com 298 pessoas caiu nesta quinta-feira (17) na Ucrânia, na região de fronteira com a Rússia. Segundo o governo ucraniano, todos a bordo morreram.

O Ministério do Interior ucraniano atribuiu a queda da aeronave, um Boeing 777, a "um míssil disparado do solo". No final da tarde (no horário de Brasília), agentes de serviços de inteligência dos Estados Unidos também afirmaram que o avião foi derrubado.

O primeiro-ministro do país, Arseni Yatseniuk, ordenou uma imediata investigação do que chamou de "catástrofe". A Malásia também informou que abriu uma investigação sobre o acidente. O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, afirmou: "Isso não foi um 'incidente'. Isso não foi uma 'catástrofe'. Isso foi um ato terrorista."

O avião estava voando normalmente, sem problemas, até desaparecer do radar, afirmou Dmytro Babeychuk, chefe do órgão responsável pelo espaço aéreo da Ucrânia. "O voo estava ocorrendo normalmente... Não houve nenhuma palavra sobre qualquer problema da tripulação", disse.

Em comunicado, a Iata (sigla em inglês para Associação Internacional de Transporte Aéreo)  confirmou que o avião estava voando em espaço aéreo comercial e aberto.  "Com base na informação disponível no momento, acredita-se que o avião atravessava espaço aéreo que não era sujeito a restrições de segurança."

O avião levava 283 passageiros, além de 15 tripulantes. A lista dos passageiros ainda não foi divulgada. Cidadãos dos Estados Unidos, Holanda e Alemanha estão entre as vítimas

Mais Internacional