Topo

Marinha recolhe óleo em Vitória (ES) e encaminha para análise

15.nov.19 - Fragmentos de óleo são retirados de praia no município da Serra, na Grande Vitória, no Espírito Santo - RENAN MOREIRA/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
15.nov.19 - Fragmentos de óleo são retirados de praia no município da Serra, na Grande Vitória, no Espírito Santo Imagem: RENAN MOREIRA/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Wanderley Preite Sobrinho

Do UOL, em São Paulo

16/11/2019 14h09Atualizada em 16/11/2019 14h37

Resumo da notícia

  • Marinha encontrou vestígios de óleo em Vitória
  • É a 1ª vez que material é achado na capital do ES
  • Marinha encaminhou amostras para análise em Arraial do Cabo

A Marinha do Brasil encontrou fragmentos de óleo no litoral de Vitória, capital do Espírito Santo. Como é a primeira vez que esses vestígios foram recolhidos na praia de Camburi, o material foi encaminhado para uma análise que irá confirmar se a substância é a mesma que contaminou as praias do Nordeste.

Ao UOL, a assessoria de imprensa da Marinha informou que os fragmentos foram encontrados ontem.

"A gente fez o recolhimento na própria praia", informou a assessoria. "Temos uma estrutura em Arrail do Cabo (RJ), onde se faz a verificação." Os militares afirmam que a "análise é rápida", mas prefere não prever uma data para comunicar os resultados.

Pequenas manchas de óleo foram encontradas pela primeira vez em uma praia da Grande Vitória na quinta-feira (14). "Não fazemos barreiras de contenção porque o óleo é mais denso do que a água e passa por baixo da barreira. Além disso, ele só vem à superfície após a rebentação."

Até agora, a presença de óleo no Espírito Santo foi confirmada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) em 13 praias dos municípios de São Mateus, Linhares, Conceição da Barra e Aracruz, todas cidades no Norte do estado.

Aplicativo colaborativo monitora manchas de óleo

Band Notí­cias

Óleo reaparece no Piauí

A força-tarefa que trabalha no caso confirmou ontem (15) o aparecimento de novas manchas de óleo no Piauí.

O material foi encontrado em praias de Ilha Grande e Parnaíba. Na quinta-feira, 14, já haviam sido registradas manchas em Luís Correia, onde a praia de Atalaia foi decretada imprópria para banho pela secretaria estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Segundo nota divulgada nesta sexta-feira pela força-tarefa, já foram recolhidas cerca de 4.500 toneladas de resíduos de óleo.

Meio Ambiente